Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ENTREVISTAS   /
  • [ENTREVISTA] Márcio Porto Jalal fala sobre a Terapia do Casulo

[ENTREVISTA] Márcio Porto Jalal fala sobre a Terapia do Casulo

 

Por Lu Rabelo, com a colaboração de Márcia Barbosa

Nesta entrevista, Mácio Porto Jalal  nos conta sobre a Terapia do Casulo. Ele recebeu a inspiração deste trabalho há cerca de 20 anos e o vem propagando, possibilitando um mergulho no autoconhecimento e na expansão da consciência. De 15 a 27 de maio de 2018, Jalal estará realizando a Terapia do Casulo no Divina Fone, em Chã Grande.

Terapia do Casulo Jalal (8)Como e quando você conheceu a Terapia do Casulo?
O Casulo nasceu após uma conversa com um amigo há uns 20 anos. Veio como uma inspiração e foi acontecendo. Experimentei inicialmente em mim. Senti os benefícios e vi que era possível compartilhar com outras pessoas. No início não havia um nome, depois de um certo tempo este nome chegou: “Casulo”.

Qual o impacto que a Terapia do Casulo causou em você como pessoa e também como terapeuta?
A experiência me trouxe a consciência do Tudo e do Todo. Me mostrou que eu não estou separado, faço parte da teia da vida. Foi um grande encontro comigo mesmo. Daí pensei: se o Casulo é isso, se foi bom para mim, eu quero compartilhar. E o tempo vem dizendo que o Casulo é bom, pelas experiências que as pessoas relatam. Eu só tenho a agradecer! Não me autodenomino um terapeuta, mas facilitador do processo.

Há quanto tempo você vem trabalhando com a Terapia do Casulo e quais são os benefícios para quem vivencia?
O casulo é diferente para cada pessoa, cada um conta a sua experiência de uma forma diferente. Porque o Casulo é vivo, é algo que pulsa, pode acordar coisas que estão lá dentro e esta pessoa nem imagina que existe, algo que esqueceu, a qual foi colocada para dentro há algum tempo atrás de um relacionamento ou da família. Às vezes a pessoa vem carregando algo e neste momento aquilo se acorda, vem à tona. A própria pessoa se permite e eu estarei lá facilitando o processo. Isso pode acontecer como uma cura, uma transformação, uma mudança, depende de cada um.

Eu não fico mistificando as coisas, apenas vejo como algo natural. É tão natural quanto fazer uma faxina em casa e sentir-se bem, como quando você está com o corpo emocional ou mental embaçado, aí faz uma meditação e se sente bem. O Casulo é uma ferramenta para que você possa se sentir bem. O Casulo é bom para tudo!

O Cálice_Márcio Porto Jalal
O Cálice, por Márcio Porto Jalal

Como você define a Terapia do Casulo?
Um sopro de vida, um sopro de alegria, um encontro consigo mesmo! O Casulo é um abraço amoroso, carinhoso, é um aconchego, é se ver, olhar para dentro, um alinhamento… Não há nada do além. Quando ocorre o alinhamento, no estado meditativo, a pessoa pára e tudo acontece. É muito pessoal. E o processo varia, pois ocorre de forma diferente de pessoa para pessoa.

Se eu disser que o Casulo é ‘isso ou aquilo’ eu estou enquadrando, limitando algo que vai além de uma definição ou técnica. Como disse antes, o Casulo é algo vivo, algo orgânico, só no momento que ele toma uma forma. Ele consegue colocar a pessoa no estado de meditação. Têm pessoas que demoram mais, outras menos, para acontecer o alinhamento, para fazer a pessoa parar. O Casulo mostra o aqui e agora , mostra qual a energia que está no seu corpo. Ele vai fazer uma faxina, vai fazer uma limpeza para você poder, por exemplo, executar melhor sua profissão.

É muito simples, natural, lhe traz pra o que você é, no seu natural, um estado onde você se gosta, se ama. Há um alinhamento com os seus corpos físico, emocional, espiritual….. terra e céu. A beleza e a alegria desabrocham.O Casulo basicamente trabalha isso: seu alinhamento, seu voltar para casa, para o seu natural, é um abraço que você volta a dar em si mesmo. A pessoa se vê como é. O corpo volta a brilhar, fica vivo, acordado.

Terapia do Casulo Jalal (9)Como é realizada?
Utilizamos um chá feito com ervas e plantas que a própria pessoa escolhe, aquelas que ela mais goste, que tenha se identificado. Pode ser folhas de laranja, manga, goiaba, as quais tenha intimidade, as plantas do coração. Eu colho algumas também e acrescento ervas e outras sementes. Todas elas vão para um caldeirão. O chá junto com as folhas irão ficar sobre a barriga por um determinado período. A pessoa ficará envolvida por cobertores e o auxilio de um lençol térmico, o qual dará uma sensação térmica agradável. O tempo é em torno de 1h a 1h30, variando de pessoa pra pessoa, porque cada uma é diferente, tem seu próprio tempo. Durante este período utilizo músicas ou mesmo o silêncio e utilizo também cheiros estimulando os sentidos.
.
Pode-se perguntar por que às vezes uso música e outra vezes não. Porque é assim que o Casulo se apresenta para eu fazer. Eu só respeito aquilo ali, eu estou só para escutar e eu deixo as coisas acontecerem. Então não é um trabalho que será feito da mesma forma com um e com o outro. Não há uma técnica presa, fechada, está em movimento. Ele que se apresenta. Ele abre o caminho e as coisas vão acontecendo.

Por que são realizadas três, ou sete sessões consecutivas?
Foram estes os números que recebi como orientação. Quando a pessoa já fez três dias de casulo e quer ir mais fundo na terapia, tem algo que ficou para traz e quer ir além, então faz sete dias, é uma decisão pessoal.

Qual a importância das ervas na Terapia do Casulo?
As ervas são importantes em toda a nossa vida, são elas que trazem a ligação mais profunda com a natureza, o cheiro… trazem essa volta. Esse mundo vegetal tem muita coisa pra falar pra gente, todo mundo gosta das plantas, da flor, das folhas, sementes, o seu cheiro. A rezadeira usa ervas , folhas… a magia das plantas que se revela e faz esta ponte para a gente entrar para dentro deste mundo misterioso das ervas.

Pintura de Márcio Porto Jalal
Pintura de Márcio Porto Jalal

Recentemente pesquisando sobre o Casulo achei um site com algumas lindas imagens criadas por você. Fala um pouco sobre essa arte!
São quadros que eu pintei numa época, foi algo que recebi, assim como o Casulo. As imagens chegaram e depois consegui passar para a tela. Estas telas representam um pouco a minha caminhada, um pouco das coisas que eu sentia e via, as quais consegui pintar. Tem o Cálice, Jesus, Vela e outras mais… há várias imagens. Elas têm tudo a ver com meu trabalho, com o Casulo, com o que está dentro da minha caminhada. Estas imagens passam algo bom, as pessoas se sentem bem com elas.

Como é a formação para as pessoas interessadas em trabalhar com a Terapia do Casulo?

Para a pessoa que quer trabalhar com o Casulo há uma iniciação. Mas antes ela deverá ter passado pelo processo de 3 e de 7 dias. A iniciação consiste em 21 dias: três dias de silêncio, três dias de olhos vendados e três dias em jejum. Os dias seguintes a pessoa passa a comer uma alimentação natural e crua. É um verdadeiro mergulho.

MAIS INFORMAÇÕES
E-mail: casulojalal@hotmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100000386104697&fref=ts

VEJA TAMBÉM: 

Terapia do Casulo com Márcio Porto (Jalal) de 15 a 27 de maio no Divina Fonte

Leave a comment