Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

‘É urgente o vexame’

É urgente o vexame‘, já dizia o poeta aracajuano Mario Jorge.

Mário Jorge é considerado o primeiro poeta sergipano concretista. Também participou do cenário político na década de 60. Sua obra envelope “Revolição” foi lançada em 1968. Mas é no livro “Poesias de Mário Jorge”, publicado postumamente em 1982, que se encontra boa parte da primeira fase de produção, de cunho social e com influências do pensador russo Maiakovski e do poeta Thiago de Mello.

Também escreveu poesias sociais e libertárias nos livros “Silêncios Soltos” (1993), “Cuidado, Silêncios Soltos” (1993) e “De repente, há Urgência (1997).

A segunda fase do poeta une traços do concretismo à poesia marginal publicada em muros, vendidas em bares, cinemas, teatros, praias, além da coluna “Geleia Geral”, mantida por Torquato Neto no jornal Última Hora.

Mário Jorge morreu em 1973, há 40 anos, com 23 anos de idade (1946- 1973) em um acidente automobilístico no dia 11 de janeira, data em que o poeta revolucionário estará mais uma vez vivo em música, poesia e teatro.

Fonte bibliográfica: http://www.f5news.com.br/9003_poesias-nao-publicadas-de-mario-jorge-serao-conhecidas-em-evento-.html

Leave a comment