Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ARTIGOS   /
  • Em 2018, A Sacerdotisa nos convida à conexão sutil e permanente

Em 2018, A Sacerdotisa nos convida à conexão sutil e permanente

A Sacerdotisa, no Tarot de Marselha e Rider-Waite, respectivamente

| Por Ronaldo Patrício* |

Ao longo da caminhada pelo autoconhecimento é importante darmos uma parada para nos percebermos e nos fortalecermos na fé, na coragem e na conexão amorosa com o Universo e com a Existência. Em 2018 é o arcano 2 – A Sacerdotisa que irá nos guiar pelos 12 meses do nosso ano civil.

Somando 2+0+1+8 = 11, 1+1 = 2. O número dois nos convida a promovermos uma conexão a partir de nossa Essência Divina com tudo o que existe fora de nós. O arcano maior A Sacerdotisa nos ajuda a perceber o nosso potencial de conexão com o Divino que habita em nós. Para ela, não existe separação, nem dualidade.

Se partirmos do princípio de que todos os seres nascem com o potencial para cumprir seus propósitos aqui nesta instância encarnatória, a energia da Sacerdotisa nos garante que sim. Nascemos para expandir, sermos lideranças de nós mesmos, mergulhando ou alçando voo, somos seres em expansão.

Ela é a mãe, regida pelo elemento água, nutridora porque é nutrida. Geradora porque mantém uma sensível conexão com a Fonte e surge para nos lembrar que também podemos acessá-la. Por isso, ela governa a sabedoria, a intuição, a introvisão e todos os aspectos que envolvem a mente e a produção de consciência.

Geralmente, aparece sentada em um trono, tendo um livro em seu colo. Possivelmente, neste livro há tudo o que foi escrito, como se o registro do Universo estivesse ali, pronto para ser acessado e revelado. Senhora dos mistérios que é, ela mostra o que está oculto aos poucos, sem pressa, pois sabe exatamente o momento oportuno para trazer à luz o que estava escondido para que possamos enxergar com os olhos da alma, mostrando que a verdade é e será sempre soberana.

A Papisa, como também é conhecida, nos estimula a sair do ativismo desenfreado de 2017, ano regido pelo arcano 1 – O Mago, em que fomos motivados para colocar nossas habilidades em prática. Agora, a hora é de escolher qual delas queremos aprofundar e dar um mergulho no conhecimento, a fim de nos tornamos referência no assunto, para que possamos fortalecer a nossa marca no mundo.

O número 11 no tarot remete tanto à carta d’A Justiça, quanto A Força. De um ponto de vista mais geral, ambas vibram essa observação acurada antes da ação. Agir com discernimento, agir com respeito a todos os seres, agir harmoniosamente e de uma maneira imparcial.

Deste modo, em 2018, possamos nos manter conscientemente presentes dentro da nossa caminhada de busca e crescimento.
Trago aqui alguns aspectos:

A mente
Precisamos investir no nosso corpo mental nos próximos anos no sentido de expandir a consciência sobre nós e sobre o mundo que nos rodeia, a fim de assumir, cada dia, o nosso caminho, a nossa vida e os eventos que nela ocorrem.

2018 será um período interessante para potencializar processos psicoterapêuticos, para quem já faz, ou mesmo começar uma nova abordagem nesse sentido. Processos que facilitem esse auto observação também estarão favorecidos.

Invista em exercícios meditativos, existem tantas técnicas, perceba a que mais se adequa ao seu ritmo e faça esse mergulho de maneira confiante.

Práticas orientais, como yoga, lutas marciais, como tai chi chuan também facilitarão, e muito, esse contato consigo.

Atenção à sua produção mental no que diz respeito à qualidade e para onde sua mente lhe leva. Será um ótimo período para desfazer padrões antigos de comportamento, bem como para limpeza de crenças limitantes que nos mantêm no mesmo lugar.

Perceba que o lugar de vítima, que sustenta o discurso da não possibilidade, não terá vez em 2018. A ideia aqui é nutrir-se de coragem para honrar a oportunidade de vivermos aqui, exatamente onde estamos com o que construímos, sem tirar nem por.

Será um ano onde os segredos poderão emergir para que nossa mente fique mais desperta sobre a realidade.

A cor azul e seus matizes serão predominantes. Olhe mais para o céu e seus azuis, contemple mais as estrelas.

Se você mora em instâncias de água como rios, mares, lagos e lagoas usufrua de momentos contemplativos, será uma maneira de recarregar suas energias.

Estudos
No ano regido pelo arcano 2, será um ano favorável para você se aprofundar ou mesmo começar um novo estudo. Mestrado, doutorado, especializações ou aquele curso que você tanto pensou em fazer, a hora é essa.

Parcerias
Como a soma do ano temos os números 11 e o 2, será um período interessante para estabelecer parcerias que fortaleçam seus propósitos de vida no trabalho. Aproveite.

Feminino
Percebo como o sistema patriarcal alimenta a ideia da polaridade, em que coloca mulheres e homens como marionetes de suas vontades. No fim, muitas vezes, passamos a vida sem experenciar a dádiva que é ter o feminino/masculino harmonizado em nós.

2018 será um ano importante para potencializar o sagrado feminino em nós. As mulheres, fortalecendo o feminino em si, irão harmonizar também o masculino. Os homens, harmonizando o feminino em si, também terão a oportunidade de harmonizar o seu masculino, que poderá diminuir a sensação de dicotomia.

Aplicação prática da energia do arcano A Sacerdotisa
Dias da semana: segundas-feiras
Horários: 02 e 14 horas
Mês: fevereiro
Cor vibratória: azul e seus tons
Elemento da natureza: água
Chacra: sexto (terceiro olho)
Fases da lua: nova e crescente
Órgão do corpo: cérebro/mente
Força sutil: conexão
Ancoramento: meditação, tai chi chuan, yoga, canalização, passes, reiki, mediunidade, práticas espirituais que favoreçam a conexão do Eu Superior com a Divindade.

* Ronaldo Patrício é tarólogo e terapeuta holístico.
 www.programaserpresente.com

Leave a comment