Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • Crianças com medo do escuro? E gente grande?

Crianças com medo do escuro? E gente grande?

Por Mallika Fittipaldi*

O medo faz parte do desenvolvimento das pessoas, ele nos alerta para situações que nos podem ser prejudiciais. Desde novos sentimos medo, os mais variados. O medo do escuro é um dos medos clássicos.

Ações que podem ajudar a criança a atravessar o escuro medo do escuro:
* Tente que a criança fale sobre o que é o escuro. O que teme que ocorra quando o escuro chega. Isso pode levar a uma resolução ou clarificar a situação e indicar uma forma de ação;

* Nunca caçoe da criança por causa dos medos;

*Fale dos seus medos do tempo de criança de forma leve, telúrica;

* Nada de proteção excessiva ou deixar a criança no escuro se ela não quiser. Fazer com que a criança enfrente o escuro pode piorar a situação;
* Brincando mostrar que quando ela fecha os olhos… Fica escuro e nada de ruim acontece;

* Não tratar o medo como manha. Ele é algo natural que passa com a idade;

* Evitar filmes ou estórias que gerem “medo do escuro”. A escuridão no imaginário humano é o local dos terrores, de tudo que é mal;

* Pode deixar um ponto de luz acesso no corredor, no banheiro ou um rechô com óleo essencial de Bergamota;
Não rotule a criança de medrosa e nem de nada negativo;

* Não compare uma criança com outra que não têm esse medo;

* Quando o medo ocorre no mesmo horário e no mesmo local mude a rotina. Crie um ambiente alegre;

* Faça o floral de Bach com Aspen se não souber o motivo do medo; com Star of Bethlehem se o medo é resultante de um trauma; Mimulus se é um medo real (por exemplo, não enxergar na escuridão e se machucar); Rock Rose se for um medo paralisante;

* Sendo possível, passe um pano na casa: um balde de cinco litros para uma tampinha de amoníaco. Cuidado, pois o amoníaco é altamente tóxico. Não inspire. Pode também passar nas janelas e portas;

* Colocar embaixo da cama um copo com metade de sal grosso e metade de vinagre de maçã. Trocar sempre que necessário, ou seja, quando estiver com aspecto ruim.

O medo do escuro pode se tornar fobia e acompanhar o individuo até a idade adulta. Nesse caso, procure uma psicoterapia, como, por exemplo, a regressão. Quem sabe o medo do escuro está escondidinho na bruma densa de um passado longínquo?

* Mallika Fittipaldi – Trabalha com Florais de Bach, Hipnoterapia Clínica, Psicoterapia Holística, Regressão, Relaxamento e Reprogramação Positiva.
Contato: 99621.2409 (Whatsapp)

Leave a comment