Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

[CHAMO ESTRELA] Eclipse Solar parcial em Escorpião

Por Ana Ghandra* |

Eclipse Solar em Escorpião. Algo precisa morrer e não tenho controle de como será.

Dia 25 de outubro de 2022 entramos em um novo ciclo de lunação, que também se trata de um Eclipse (quando as luminárias transitam próximas aos pontos de interseção de suas órbitas).

Este Eclipse se deu num signo profundo, conectado com crises e ciclos de morte e renascimento: Escorpião.

Portanto, já sabemos que as águas escondidas, recheadas de traumas e dores (morte, perdas, abandono, traição, perda de confiança, compulsão, vícios, toxidade, abusos de poder e/ou sexual, controle, manipulação) estão sendo remexidas, trazidas à tona e isso pode ser bem desafiante, porque exige de nós coragem e capacidade de renúncia daquilo que não nos serve mais.

No mapa deste Eclipse, temos Sol, Lua e Vênus, todos a 2 graus do signo de Escorpião. A Lua tapa, de forma parcial, por algumas horas, a luz que o Sol emite à Terra e isso simboliza uma perda de consciência (Sol), que depois retorna.

É um momento de dar-se conta dos porões e esgotos emocionais guardados em nós ou lidar com estes conteúdos via alguém próximo.

O fato da Vênus estar vinculada ao Eclipse, nos mostra que as nossas relações mais íntimas (Vênus em Escorpião) estarão passando por alguma crise profunda (que pode resultar em morte e finalização, ou renascimento). Vênus sempre nos fala daquilo que amamos, que desejamos ter por perto e, se tratando de Escorpião, a Vênus pode nos vincular com aquilo que não nos faz bem, com aquilo que é tóxico, mas, mesmo assim, continuo apegada, como se fosse um vício.

Estes tipos de vínculos passaram por um período de expurgo e de enfretamento para atravessar qualquer tipo de obsessão. Relacionamentos tóxicos estarão em evidência e, infelizmente, neste sistema patriarcal injusto e aprisionante, continuaremos a testemunhar feminicídios, ao mesmo tempo que muitas pessoas poderão se dar conta destes aspectos venenosos e farão movimentos de basta para estes tipos de relação.

Questões de finanças, heranças, dinheiro de outras pessoas também estão passando por crises. Escorpião muitas vezes fala daquilo que não é meu, mas que eu acesso de alguma forma, portanto todo o tipo de recurso compartilhado também estará em evidência e questões deste tipo exigirão diálogo e conciliação, pois há possibilidades de conflitos em divisão de bens ou de qualquer tipo de recurso que mantenho com outra pessoa.

Há neste mapa muitos quincunces ou inconjunções (aspecto de 150 graus, que poucos astrólogos se debruçam, mas que têm sua importância) e isso traz um grau de complexidade para as questões que este Eclipse revela.

São três quincunces presentes neste Eclipse:

>>> Júpiter em Áries em quincunce com Sol, Lua e Vênus em Escorpião: aqui há o choque entre ser autônomo e solo (Áries) com a necessidade de intimidade. A sombra pode ser muita arrogância e uma falsa autossuficiência (Júpiter em Áries), ou muita dependência e obsessão (Escorpião)

>>> Marte em Gêmeos com Plutão em Capricórnio: estamos no cabo de força entre a leveza e levar as coisas de uma maneira menos comprometida (Gêmeos), e a disciplina essencial para estruturar o que queremos que dure (Capricórnio).

>>> Mercúrio em Libra com Netuno em Peixes: aqui a armadilha é não admitir, esconder, omitir, porque se teme o conflito (Libra) e nessa fraqueza de não encarar o que precisa de reparo, acabamos sugados por mentiras e ilusões, que são temas de Netuno (nossas ou dos outros).

Os quincunces são aspectos difíceis de assimilar, porque estão mostrando necessidades de ajustes entre dois planetas que falam línguas distintas, e neste abismo cobra-se um preço bem alto por gerar alienação na falta destes ajustes e desconforto na tentativa de criar vias de consenso.

Este incômodo exige que se construam pontes de diálogo, que requerem paciência e disposição e, justamente por isso, quase sempre, algumas questões são negligenciadas e varridas pra debaixo do tapete, sem darmos a elas devida atenção.

Eclipse Solares (por serem em Lua Nova) se desdobram de uma maneira que nos permite ir assimilando seus temas e transformações, por isso de alguma forma há meios de apreender o que ele nos impele com um pouco mais de tempo.

A temporada de Eclipses está aí e entramos em momentos de decisão de algo que nos é caro. Saturno volta a ficar direto depois de cinco meses. E ele, o planeta do Karma, nos avisa que será necessário maturidade e independência (Saturno em Aquário) para ir além daquilo que aprisiona.

 

* Ana Ghandra é mineira, radicada na Chapada Diamantina. Há 20 anos estuda Astrologia e pratica a interpretação de mapas. Nos últimos anos tem dedicado sua pesquisa à fomentação de pontes entre a Astrologia, a contemporaneidade, a espiritualidade e a política.

* CONTATOS
E-mail: anaghandra@gmail.com
Instagram: @anaghandra

Leave a comment