Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • [MENINA MADURA] Parando de fumar

[MENINA MADURA] Parando de fumar

| Por Menina Madura |

Nunca fui uma fumante compulsiva. Inclusive já dei várias pausas neste hábito, incluindo aí minhas duas gravidez e período de amamentação.

Inventei de começar a fumar aos 14 anos, quando ainda morava em Brasília. Lembro que eu e uma amiga compramos uma certeira de Capri, um cigarro bem fininho e fraaaacoo. Távamos nos achando o máximo fumando.

Um dia, de madrugada, tô eu lá fumando no meu quarto trancado, tranquila porque achava eu que todos estavam dormindo e eis que batem na minha porta. Era um dos meus irmãos mais velhos Júnior, que sempre me pegava fazendo coisa ‘errada’. Ele já foi batendo e perguntando: Tás fumando é?  Ao abrir a porta, deu um sorriso sem graça, o cheiro de cigarro incensando o quarto…só pedi a ele pra não dizer nada a mainha e painho.  Como ele fumava desde a adolescência, guardou segredo.

Nunca fumei muito, mas sempre que bebia alguma coisa e tals aí a vontade de fumar o tal do ‘careta’ aumentava. Fumava mais também quando eu tava apaixonada.

Este ano vou fazer 44 anos, ou seja, faz 30 anos que comecei a fumar. Nos últimos tempos, sempre que fumava um cigarro sentia minha energia baixando, uma agonia… Geralmente tava fumando quando ia escrever algo. Tenho esse péssimo hábito de gostar de fumar quando tô escrevendo algo criativo.

Pra melhorar a agonia, e reduzir os danos, resolvi então só fumar tabaco natural, não mais aqueles cigarros prontos. Comprei seda e filtro. Mas mesmo assim continuava sentindo minha energia cair totalmente após fumar.

Sábado passado, com a Lua em Escorpião, e eu menstruada, resolvi me desafiar a não mais fumar no dia a dia. Hoje é o quarto dia. A ideia é que logo mais eu pare de fumar geral. A exceção será em Rituais, onde o Tabaco é fumado no cachimbo como forma de conexão e não precisa ser tragado.

Tenho que admitir que, principalmente quando sento pra escrever, ainda dá uma vontaaade de fazer fumaça… Mas quando vem a vontade, tiro o foco dela, vou tomar um copo d’água, comer alguma coisa, respirar com consciência.

Só são 4 dias sem o tabaco, mas já me sinto mais limpa, mais leve, mais produtiva e, principalmente, mais coerente com as escolhas que venho fazendo em minha vida.

 

 

 

Leave a comment