Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ARTIGOS   /
  • Luz Zodiacal: Espetáculo exclusivo para os amantes do céu

Luz Zodiacal: Espetáculo exclusivo para os amantes do céu

Por Haroldo Barros
(http://haroldobarros.wordpress.com)

Para aqueles que sabem para onde dirigir o olhar, o Céu reserva inúmeras surpresas e incomparáveis espetáculos. Estrelas cadentes, constelações que se desenham em formas as mais belas e surpreendentes, eclipses e ocultações, cometas…

O exercício de observar o Céu e suas maravilhas nos preenche de um sentimento de comunhão e uma infinitude que não encontraremos em qualquer outra atividade.

Pois bem, um dos belos espetáculos que o Céu nos oferece é a Luz Zodiacal.

Trata-se de fenômeno óptico causado por uma finíssima poeira interplanetária, refletindo a luz do Sol. Essa poeira é formada por detritos de cometas e pequenos meteoros, provavelmente originários da própria formação do Sistema Solar.

Nos dias próximos aos Equinócios, podemos observar esse belo fenômeno, que se manifesta como um cone de luz, com uma base na linha do horizonte leste, pouco antes do amanhecer (no Equinócio de Março) ou do horizonte oeste, pouco depois do anoitecer (no Equinócio de Setembro).

Até o final deste mês de Setembro, poderemos observar a Luz Zodiacal.

É fácil!

Olhe para o oeste, ou seja, para o poente, pouco antes do amanhecer. Você deverá ver o lindo cone luminoso da Luz Zodiacal.

Você precisará estar em um lugar sem poluição luminosa, ou seja, longe das luzes das cidades. E certifique-se de que o horizonte leste não esteja contaminado por luzes de cidades distantes.

Se você tiver o privilégio de estar em um lugar afastado das luzes urbanas, até o dia 30 de Setembro, olhe para o poente, logo após o anoitecer. E banhe sua alma e seu coração com a luz que vem do Céu.

E lembre-se: somos feitos do mesmo material de que são feitas as estrelas, dessa mesma poeira brilhante que irradia beleza e transcendência.

Leave a comment