Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

[INTEGRANDO SAÚDE] Mantras

Imagem de Peggy Choucair, por Pixabay

Por Gabriela Sencades Migge* |

Os mantras são uma repetição de alguma “prece” que para nós tem um sentido profundo. Geralmente, usa-se uma espécie de rosário e verbalizam-se palavras, que são frases curtas, e vão sendo repetidas a cada conta que se passa no rosário.

Mas será que sabemos por que realmente fazemos isso? Qual o objetivo dessa repetição? Muitas vezes pego as pessoas falando em mantras com se fosse uma simpatia. Assim, já me disseram “repita isso e passe para tantas pessoas que você vai conseguir o que pede.”

E esse ‘conseguir o que se pede’ vai desde ‘ficar a rico’ a ‘trazer a pessoa amada em alguns dias’. Talvez a pessoa até consiga o que se pediu, mas isso não tem relação com qualquer ‘encantamento mágico’ que se proferiu. Ou seja, não o mantra que fez, mas a sua intenção. É aquilo que está por trás do mantra que reverberou naquela direção e fez com que acontecesse.

Mas, então, qual é a utilidade do mantra?

O mantra é uma técnica milenar de meditação discursiva. Só isso. O mantra é utilizado para direcionar a mente ao ponto que se quer. Assim, se você estiver desenvolvendo a compaixão, você pode utilizar o mantra da essência da compaixão (om mani padme hum).

Porém, se você nem sequer sabe o que significam essas palavras, não faz sentido sair repetindo isso se o que você quer mesmo é ficar rico, por exemplo. O que pretendo dizer com isso é que o mantra não é uma prática externa em si mesmo. Você não vai proferir palavras e a realidade mudará se você, por dentro, não se propor a realmente mudar.

E é por isso que o mantra é necessariamente uma prática interna que, se levada a sério, ou seja, se praticada com consciência e disciplina, vamos cultivando na mente aspectos mais positivos. E são esses aspectos que, uma vez instalados na mente, farão com que operemos as mudanças na nossa realidade.

O ponto principal é que o mantra, assim como qualquer outro tipo de meditação, é uma artificialidade que produzimos na mente a fim de cultivarmos aquilo que para nós é necessário para provocar uma mudança qualitativa em nossos pensamentos e ações.

Os tibetanos, por exemplo, quando falam de nossa mente usual atribuem-lhe a qualidade de macaco louco. Desse modo, a nossa mente seria uma espécie de macaco que sai pulando de galho em galho (pensamento em pensamento), sem saber aonde vai.

Quando se introduz um mantra em nossa rotina, assim como qualquer outra prática meditativa, nós vamos direcionando a mente para um caminho consciente que queremos desenvolver. Que pode ser amor, compaixão, saúde, paz, prosperidade, bem-estar etc.

Assim, passamos a nutrir a nossa mente com condições mais positivas. A consequência é que muitos vão ter sensações maravilhosas, como paz, bem-estar, relaxamento, melhorar a capacidade de focar, mais bom humor, menos estresse, enfim, vários benefícios físicos e mentais que toda prática meditativa pode proporcionar.

A sonoridade e a maneira de entoar um mantra pode também reverberar em nosso corpo e promover desbloqueio energético e seu consequente equilíbrio. Basicamente é por isso que em todas as liturgias existem cantos e mantras. Exatamente todas! Não há exceções, pois verbalizar, entoar, cantar é catártico e curativo.

Mas esse aspecto externo do mantra irá surtir melhor efeito quando priorizamos o aspecto interno (mente) e secreto (energia) do mantra. Afinal, a nossa mente se desenvolverá e nossa energia fluirá quando nos permitirmos observar e transmutar aspectos que antecedem nossas ações. Ou seja, o cultivo de uma mente sã e da energia fluida proporciona uma ação sã e desobstruída.

Portanto, quando nos deparamos com um mantra, ou um canto sagrado, é preciso não sermos ingênuos ao ponto de acharmos que o mantra por si só vai resolver tudo para nós, sem que precisemos mudar nada. Isso não vai acontecer. Não é esse o objetivo de um mantra.

Talvez seja interessante ver o mantra com um caminho. Como se fosse uma placa apontando para um local. É para este local que queremos dirigir a nossa mente. O mantra aponta o caminho, mas quem o trilha somos nós.

E por isso é preciso entender de onde veio o mantra. O que ele está dizendo? Qual a sua tradução? Para onde esta seta está apontando? E depois refletir: “É essa a minha direção?” “É isso que quero desenvolver com esse mantra?”

Uma vez eleito o seu mantra, ainda é preciso atentar que a prática do mantra, assim como toda pratica meditativa, requer diligência. E por isso será necessário dedicar um tempo a esta recitação todo dia. Pode ser 5 minutos, 10min., 1h, 4h, enfim, o tempo disponível e possível para quem tem conexão com esta prática.

Sugiro ir testando. Somente sentindo por algum tempo como essa prática pode reverberar em nós é que saberemos como desenvolvê-la. Abaixo, trago alguns links com alguns mantras e preces que talvez se possa estabelecer conexão, unindo assim sonoridade e sentido para começar uma prática de cultivo consciente.

Excelente prática!

Para cultivar compaixão:
https://www.youtube.com/watch?v=EcKea-10–E
Amor:
https://www.youtube.com/watch?v=7cnGyJqkyk4
Amor-próprio:
https://www.youtube.com/watch?v=O_Z08RAjIos
https://www.youtube.com/watch?v=azaWEFbfOSg
Humildade e pacificação:
https://www.youtube.com/watch?v=lXyMhZZy4mg
Saúde:
https://www.youtube.com/watch?v=01OYwmD4Wxk
Livrar-se do engano:
https://www.youtube.com/watch?v=0PPjyqZXOb0
https://www.youtube.com/watch?v=zd_g5R7bNwY
Desenvolver sabedoria:
https://www.youtube.com/watch?v=zJElmjFnp8M
Cultivar prosperidade
https://www.youtube.com/watch?v=KubyxFxEIl8
Remover obstáculos:
https://www.youtube.com/watch?v=2DdOhvs5_n8
https://www.youtube.com/watch?v=U0z5iHn4LiI
Paz:
https://www.youtube.com/watch?v=6XP-f7wPM0A
Energia espiritual:
https://www.youtube.com/watch?v=4IFlaG45xM8
https://www.youtube.com/watch?v=2N5xpI56_6o
Adoração ao divino:
https://www.youtube.com/watch?v=qSgsW9GLerA
https://www.youtube.com/watch?v=ctjG4MjJwEA
https://www.youtube.com/watch?v=Pr7wcHTzcTg
https://www.youtube.com/watch?v=IhP4joIV-74
Realização da justiça:
https://www.youtube.com/watch?v=ropY-qO7r6s
https://www.youtube.com/watch?v=N3E0UNzDA-Q&list=RDropY-qO7r6s&index=2

 

 

* Gabriela Sencades Migge é terapeuta integrativa, pós-graduanda em psicologia positiva, pela PUCRS e em neurociências pela FAVENE. É co-fundadora e gerente de marketing do Espaço Cuidar. Para mais informações acesse: https://espacocuidarrecife.wixsite.com/terapiasintegrativas

Leave a comment