Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

[CHAMO ESTRELA] Sol entra em Touro e está aberta a temporada de Eclipses

Imagem: Banco de Imagem Gratuitas/ Pixabay

| Por Ana Ghandra* |

Continuando nossa jornada, adentramos agora no segundo signo do zodíaco: Touro. Este é um signo de modalidade fixa e do elemento terra e a partir disso já podemos ter uma ideia do que se trata: estabilidade (modalidade fixa) e matéria (elemento terra).

Touro é o signo mais estável do zodíaco. Dotado de paciência e perseverança, Touro é bem mais lento do que seu antecessor Áries, porém muito mais calmo e obstinado para dar continuação ao que começou.

Regido por Vênus, fala dos nossos prazeres, dos 5 sentidos, daquilo que é tangível e eu posso tocar. Fala também das posses e de tudo que me rodeia e me traz sensação de segurança e conforto, e que justamente por isso quero manter.

É um signo que fala da nossa autoestima, da nossa capacidade de valorizar o que temos e de colocar valor no que fazemos, fazendo dos taurinos bons em ganhar dinheiro.

Em seu lado sombra, taurinos podem ser teimosos e possessivos, porque não gostam de mudança nem de abrir mão do que imaginam ser seu por direito.

Agora temos a temporada taurina sendo aberta, trazendo um pouco de calmaria pós Lua Cheia (ocorrida no último dia 16). Como a Vênus (regente de Touro) está no compassivo e desapegado signo de Peixes, teremos um pouco mais de tranquilidade, criatividade e auxílio no quesito apego.

Porém, como Peixes é um signo mais desligado da matéria, será necessário enfrentar uma certa preguiça e lentidão.

Mercúrio continua seu trânsito por Touro até dia 29 de abril (quando entra em Gêmeos), trazendo mais pé no chão e choque de realidade para nossas ideias e estratégias. Isso será intensificado quando Mercúrio encarar Saturno por quadratura (exato dia 24, mas já ativo esta semana), testando nossas teimosias e apegos e cobrando de nós um plano mais autêntico pro futuro.

No dia 28/04, Mercúrio conversa com Plutão e este diálogo traz bons frutos práticos em tudo que precisamos de profundidade, estratégia e senso de disciplina.

No dia 30/04, teremos o primeiro Eclipse de 2022, desta vez Solar parcial (Eclipses solares sempre são em Lua Nova), unindo Sol, Lua, Urano e Nodo Norte, todos em Touro.

Lembrando que Eclipses (falei um pouco deles no texto sobre os Nodos Lunares) são catalisadores de transformações e trazem desfechos e resoluções, muitas vezes de forma inegociável.

Este Eclipse Solar, do dia 30 de abril, abre caminhos e traz novidades para todos que possuem planetas ou pontos importantes do mapa entre os graus 7 e 15 de Touro. É um despertar e importante chamado de mudança (porque Urano está envolvido), para a área correspondente a Touro no seu mapa.

Vênus (regente de Touro e portanto deste Eclipse) está exaltada em Peixes e em conjunção exata a Júpiter, trazendo bons prenúncios para as artes, espiritualidade, para os encontros e relacionamentos e também para tudo aquilo que sonhamos tornar realidade (Peixes é a metáfora daquilo que desejamos no âmago de nossa Alma).

O lado sombra deste Eclipse será justamente o lado sombrio de Peixes: preguiça, fuga, escapismo, mentira, enganos, excesso de expectativas e idealizações, perdas financeiras, hedonismo imaturo, tudo isso intensificado por Júpiter (que expande o que toca e nesse exagero nos desequilibra e intoxica).

Como os Eclipses vêm em pares, vamos falar do próximo, que será o Eclipse Lunar Total, no dia 16 de maio (às 1h15 da madrugada) e será visível no Brasil.

Este é um Eclipse bastante tenso e intenso (vou falar mais dele no meu perfil @anaghandra do Instagram) e trará conclusões profundas, principalmente para aqueles que possuem planetas ou pontos importantes entre 20 e 29 graus dos signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário).

A Lua Cheia por si só já traz um afloramento de nossos conteúdos emocionais, em Escorpião então entramos numa tônica mais profunda ainda, porque precisamos lidar com aquilo que é tabu, venenoso, escondido dentro de nós ou em nossas relações, e se tratando de um Eclipse isso toma uma proporção ainda maior.

Aqui o chamado é de aceitação. Algo pode terminar de forma traumática neste Eclipse e será necessária uma boa dose de maturidade (Saturno quadrando o Eclipse) para que possamos atravessar e superar o que estiver sendo finalizado ou tirado de nós.

É isso. Mais um capítulo escrito pelos astros se abre neste mês e traz mudanças e emoções intensas. É dessa forma que os Eclipses trabalham. Entramos no modo centrífuga e o que for modificado até o dia 21 de maio tem poder de durar e de nos transformar de uma maneira irreversível. Coragem, fé e ação na matéria para atravessarmos este momento.

 

* Ana Ghandra é mineira, radicada na Chapada Diamantina. Há 20 anos estuda Astrologia e pratica a interpretação de mapas. Nos últimos anos tem dedicado sua pesquisa à fomentação de pontes entre a Astrologia, a contemporaneidade, a espiritualidade e a política.

* CONTATOS
E-mail: anaghandra@gmail.com
Instagram: @anaghandra

Leave a comment