Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • [SEXO, AMOR E TERAPIA] Meu caminho rumo ao toque

[SEXO, AMOR E TERAPIA] Meu caminho rumo ao toque

https://br.freepik.com/fotos-gratis/patoiente-de-osteopatia-recebendo-massagem-terapeutica_20148547.htm#page=3&query=massage&position=6&from_view=search)
Foto: Freepik

| Por Airton Santos* |

Me foi sugerido para o texto de nossa coluna, nesta semana, que eu falasse um pouco sobre o meu trabalho. Penso que seria interessante falar de como cheguei até aqui.

Sou designer por formação, tendo dedicado quase vinte anos a essa carreira que, dentre outras coisas, me ensinou a observar e compreender os sentimentos humanos. Sim, era primordial para meu trabalho transmitir emoções e sensações através de imagens e signos gráficos. Fazia isso muito bem e tinha muito orgulho do meu trabalho. Mas era exatamente aí onde se encontrava o problema: havia muito “MEU” no universo de comunicação. “MINHA” arte, “MINHA” peça, clientes exigindo “SUAS” ideias…Tudo girando em torno do “Eu”.

Me sentia vazio. Um vazio que me corroía por dentro e que não fazia ideia do porquê. Apenas sentia. E foi esse vazio que, após muito penar, me levou a participar de um retiro que me fez experienciar um isolamento necessário do mundo para que eu adentrasse no mais profundo de meu ser e finalmente compreendesse que aquele vazio nada mais era que um chamado para tirar o foco de minha atenção no “eu” e passasse a olhar o outro.

Era o chamado para o cuidado do outro.

Iniciava uma nova jornada, dessa vez em busca de como poderia promover este “cuidado” ao outro. Adentrar no campo das terapias integrativas veio quase que naturalmente, pois desde sempre tinha fascinação e curiosidade sobre os métodos, mesmo que nunca me imaginasse trabalhando com isso. O que se sucedeu após foram diversas formações, descobrindo o quanto essas práticas, algumas seculares outras mesmo milenares, se mostravam tão eficientes e poderosas. O Reiki me ensinou sobre energias, a Medicina Tradicional Chinesa me ensinou a mapear o corpo, a Aromaterapia me ensinou sobre sentidos. Mas foi a Terapia Tântrica Clínica que me trouxe o maior aprendizado: o poder do TOQUE.

Sim, aprendi que através do toque, seja sutil ou vigoroso, era possível eliminar a dor, acessar processos enraizados no âmago do ser, despertar a consciência corporal e fazer o corpo gritar e se libertar. Uma poderosa ferramenta de cura que viria a ser meu principal instrumento de cuidado ao próximo.

Tamanhos eram os benefícios do toque que passei a estudar as mais diversas formas de aplicá-lo em minhas manobras e passei a estudar formas de combiná-los com outras técnicas aprendidas em minha jornada, de forma que consegui desenvolver um protocolo exclusivo de massagem, o Método AVADHYAN PREM, que através da combinação de técnicas aplicadas na parte posterior do corpo promove o alívio das dores, o relaxamento corporal e bem-estar emocional.

Aquela percepção emocional que o design me ensinou continuam aqui, mas agora finalmente sinto que não faço uso dessa habilidade para alimentar o ego, seja o meu ou de outras pessoas, e sim para compreender como posso vir a sanar as dores, físicas ou emocionais daqueles que procuram um momento de cuidado amoroso em seu dia.

*Airton Santos (Avadhyan Prem) atua como terapeuta Tântrico Clínico (através do Método Mahadevi). É terapeuta corporal e continua aprendendo, aprendendo e aprendendo.
Instagram:@avadhyanprem

Leave a comment