Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • JARDIM   /
  • Cordel ‘Chico Science: O Homem Caranguejo’, por Zerivan de Oliveira

Cordel ‘Chico Science: O Homem Caranguejo’, por Zerivan de Oliveira

O cordelista Zerivan de Oliveira dedica um cordel ao cantor e compositor pernambucano Chico Science.

Chico Science: O Homem Caranguejo
(Zerivan de Oliveira)

I

Caros colegas de arte
que fazem esta nação
escrevo estas poucas linhas
com uma dor no coração
é grande a minha tristeza
por saber que a natureza
levou o grande Chicão

II

Mal eu abri o jornal
li a manchete da frente
compositor Chico Science
morreu em um acidente
partiu e não volta mais
deixando aqui os seus pais
e uma filha inocente

III

Quase não acreditei
quando li a reportagem
partiu o gênio do mangue
na sua última viagem
partiu para o firmamento
levando muito talento
dentro da sua bagagem

IV

Que dia cinzento e triste
esse dois de fevereiro
morreu o grande profeta
do Nordeste brasileiro
o cantor do manguetowm
foi cantar lá no quintal
de Deus o pai verdadeiro

V

Às sete horas da noite
no complexo salgadinho
de Recife pra Olinda
e dirigindo sozinho
a caminho de um show
bateu o carro e virou
no jornal conta tudinho

VI

No dia três acordei
fiquei deitado na cama
lembrando daquela estrofe
que fala do “caos a lama”
quase em estado de susto
eu pensei como é injusto
partir no auge da fama

VII

Sai de casa abalado
agarrado ao violão
que parecia estar mudo
meio sem inspiração
parece que adivinhava
que Chico Science estava
deixando a sua nação

VIII

Todo mundo que encontrei
tava de cara amarrada
eu nem sei como contar
a tristeza da moçada
até a lua brilhante
tava assim meio distante
sem rumo e desconsolada

IX

Começo agora a contar
como tudo se passou
desde o primeiro CD
que Chico Science gravou
até a data presente
desse triste acidente
que para sempre o levou

X

Francisco Assis de França
eis seu nome verdadeiro
homenagem merecida
para o santo milagreiro
Chico Science era o apelido
desse músico tão querido
no Nordeste brasileiro

XI

O seu primeiro CD
veio muito ritmado
com uma batida dançante
e muito som misturado
e uma poesia atual
falando do manguezal
e como sofre o coitado

XII

O que mais surpreendeu
foi essa grande mistura
berimbau, baixo e guitarra
tocando na mesma altura
caixa, tarol e pandeiro
bumba e tambor de terreiro
sem precisar partitura

XIII

Chico Science revelou
para essa grande nação
o que tem de mais bonito
na popular tradição
o seu som bastante novo
representa para o povo
sua miscigenação

XIV

Ele misturou o coco
o rock e a embolada
o rap e o maracatu
com o forró de latada
hip hop e capoeira
bumba meu boi de primeira
ficou enorme a zuada

XV

Com essa mistura toda
Chico Science conseguiu
fazer um som ritmado
como nunca ninguém viu
e onde ele fez show
o povo todo dançou
pulou, cantou, aplaudiu

XVI

Suas músicas nos falam
de coisas interessantes
do manguezal do Recife
de caranguejos mutantes
e da lama que invade
de pouco a pouco a cidade
na forma de sons vibrantes

XVII

Fala de nossa cultura
dos artistas populares
da Revolução Praieira
e de Zumbi dos Palmares
fala de maracatu
caranguejo e urubu
de ruas, rios e bares

XVIII

Fala de nossas raízes
e da miscigenação
de índios, brancos e negros
que compõem esta nação
fala de fauna e de flora
de antes, depois e agora
tudo numa só canção

XIX

Sua música combina
num estilo diferente
o som do rock and roll
com o som aqui da gente
deu um som alternativo
de vanguarda e criativo
que entra na nossa mente

XX

Esse som já começava
a criar asa e voar
num festival na Europa
tirou o quinto lugar
foi sucesso absoluto
agora estamos de luto
com todo nosso pesar

XXI

Chico Science em português
quer dizer Chico Ciência
isso porque ele tinha
uma grande inteligência
e além de ser cantor
usava o computador
com extrema competência

XXII

Ariano Suassuna
escritor já respeitado
já tinha o grande Chicão
como um amigo estimado
ele mesmo considera
que o Chico Ciência era
um músico considerado

XXIII

O Gilberto Gil também
era amigo pessoal
e acreditava muito
em todo o potencial
da carreira prometida
até que chega a desdita
da morte triste e fatal

XXIV

O Brasil gemeu quieto
a perda desse cantor
pouca gente conhecia
a fama do inventor
mas podem ficar alerta
teve gente que na certa
ficou passada de horror

XXV

O Recife preparava
seu popular carnaval
porém este começou
em clima de funeral
parece que anteciparam
a quarta feira e botaram
na porta do manguezal

XXVI

O carnaval de Recife
e de Olinda também
ficou de luto fechado
em homenagem a quem
lutou tanto pela arte
e honrou o estandarte
mostrando o que a arte tem

XXVII

João Gordo deu entrevista
no seu jeito irreverente
disse que o Chico Science
era muito competente
a música empalideceu
quando soube que morreu
Chico Science de repente

XXVIII

Muita gente ficou triste
no cenário musical
Viana do Paralamas
e todo o seu pessoal
D2, Mundo Livre e Fred
todo mundo se despede
do gênio do Manguetowm

XXIX

Carlinhos Brow, Sepultura
Mais Zé Ramalho e Alceu
todo mundo prestou honra
a quem tão pouco viveu
Planet Hemp e Caetano
e Mestre Salustiano
todo mundo entristeceu

XXX

a Nação Zumbi chorou
do companheiro a partida
e cada um de seus membros
ficou de alma doída
por saber que o Chicão
deixou a sua nação
e foi viver noutra vida

XXXI

Seus dois CDs ficarão
de prova a posteridade
que neste século surgiu
na música uma sumidade
cantor e compositor
partiu deixando uma dor
e no peito essa saudade

XXXII

Caros amigos contei
a história passo a passo
desse músico que agora
está brilhando no espaço
e quem do Chicão é fã
receba de Zerivan
um forte e sincero abraço.

Fonte: http://www.vermelho.org.br/noticia/292854-1

Leave a comment