Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • AGENDA   /
  • [AGENDA AL] Estudioso da cultura védica traz Maha Lila a Maceió de 6 a 10 de fevereiro

[AGENDA AL] Estudioso da cultura védica traz Maha Lila a Maceió de 6 a 10 de fevereiro

maha lila 17 (1)

Goura Gopala, estudioso da cultura védica, estará em Maceió, entre os dias 6 e 10 de fevereiro, realizando atendimentos individuais com o instrumento de autoconhecimento chamado Maha Lila. As consultas serão realizadas no Centro Beneficente São Francisco de Assis – Sítio Boa Vista – Serraria, com hora marcada.

Goura Gopala - Maha Lila
Goura Gopala. Foto: Igor Rolim Gomes/ Divulgação

Goura Gopala trabalha há mais de 30 anos com o Maha Lila. É discípulo de Srila B.R. Sridhar Maharaja (irmão espiritual de Bhaktivedanta Swami Prabhupada), de Sri Hans Raj Maharaj e de Sri Prem Baba.

Segundo Goura Gopala, a ferramenta tem o objetivo de ajudar as pessoas na compreensão de sua jornada existencial.  “O propósito do Maha Lila é ajudar a conquistar a habilidade de colocarmo-nos à parte de nossas identificações e nos aperfeiçoar. O Maha Lila auxilia a elucidar questões pessoais e visualizar a direção a seguir, captar e compreender processos de mudanças, reconhecer suas habilidades e contribuição pessoal para o universo e receber insights”, explica Goura Gopala.

“Através do Maha Lila, o indivíduo descobre-se uma peça dentro do Jogo Divino, observa seus apegos e descobre a saída para o Mahasamadhi, ou a diluição da consciência na totalidade, também denominado Acinthya Bheda Abheda Tattva”, enfatiza.

O Maha Lila, ou Jnana Chaupad, surgiu na Índia há cerca de cinco mil anos, logo após Sri Krishna deixar este planeta. Neste momento, encerrava-se a Dvapara Yuga – era de bronze -, dando início à era atual: a Kali Yuga, era do ferro. Houve, então, um grande transtorno na sociedade védica, já que a característica principal da Kali Yuga é a desavença, por isso os Rishis ou sábios retiraram-se da sociedade da época, passando a viver nas florestas de uma maneira mais simples. Eles pediram ao Senhor Shiva um instrumento de autoconhecimento para ajudar na compreensão e elucidação das questões que surgissem na busca pela iluminação.

O Senhor Shiva os presenteou com esse oráculo que, segundo Goura Gopala, apesar de milenar, faz-se sempre atual e responde aos anseios do buscador sincero, permitindo que possa compreender onde dispõe sua energia vital e equilibrar-se, encontrando a harmonia presente dentro de si mesmo. “O Maha Lila possibilita a percepção dos chakras – ou centros energéticos sutis, se estão trabalhando em sintonia, permitindo assim conhecer a saúde em sua totalidade, no plano físico, mental e espiritual”, ressalta.

No tabuleiro desse jogo, começando pela manifestação terrena até encontrar a morada celestial, a jornada do Maha Lila consiste em saber basicamente em qual “casa” está o “jogador” e o aprendizado que ela apresenta. “A nossa respiração auxilia o processo, assim como mantras ou aromas, onde podemos experimentar até mesmo um mergulho profundo no inconsciente”, afirma Goura Gopala, complementando que “contemplando as virtudes e os vícios contidos ‘no seu e no meu despertar’, como diz a canção da Udiyana Bandha, o jogo apresenta os desafios e os méritos simbolizados por serpentes e flechas que encontramos ao longo da jornada da vida. Da primeira casa até a última, simbolizando o retorno à essência, ou a liberação do Samsara, o buscador liberta-se do tabuleiro quando retira o véu de Maya, desapegando-se dos estereótipos e máscaras, removendo os apegos do eu inferior para desembocar no oceano do Eu Superior”.

Goura Gopala explica ainda que, nessa jornada, há muitas casas: em algumas, as virtudes da alma são iluminadas; em outras, vícios são acordados como personagens a serem reconhecidos. “As virtudes elevam-nos para casas mais elevadas, os vícios fazem-nos cair e recomeçar o aprendizado, assim como no tabuleiro da vida. Nesse trabalho, não é necessário qualquer julgamento, o buscador encontra-se na casa onde o seu aprendizado está e, quando o tiver assimilado, poderá continuar a caminhada no sentido da iluminação”, pontua o estudioso.

Para Goura Gopala, o Maha Lila ensina que, na verdade, há apenas um único jogo, no qual somos jogadores com papéis a cumprir. É o jogo universal da energia cósmica, representado no tabuleiro do Maha Lila. Esse jogo da vida é o passatempo divino, presente na natureza criativa do Ser Supremo que gerou este mundo de nomes e formas, a própria existência.

Nesse jogo, o jogador assume um determinado papel. Aquilo que está em sua essência pode manifestar-se em qualquer personagem que ele assuma. Logo que entrar no jogo, no nascimento, ele assume a identidade da persona que adotou e perde o contato com sua verdadeira natureza, pois se envolve com os véus de Maya, da ilusão, esquecendo o verdadeiro motivo de estar dentro do jogo, o seu movimento e as suas ações são determinados pelo dado kármico.

“O Maha Lila ajuda a aperfeiçoar-nos. O oráculo é, na verdade, um microcosmo do jogo mais amplo que se manifesta na totalidade da criação. Nesse tabuleiro, com todas as suas casas, está contida a essência do conhecimento védico, adquirido ao longo de milhares de anos de busca pelo autoconhecimento, que permanece vivo ainda hoje na tradição indiana”, diz Goura Gopala, assegurando ainda que “ao mover-se dentro do tabuleiro, de casa em casa, podemos perceber os padrões recorrentes em nossas vidas, analisá-los com clareza de consciência e agir com discernimento diante de cada situação. Como numa sinfonia, aprendemos o tempo que devemos permanecer em cada situação. Sabendo que tudo é temporário, entregamo-nos ao fluxo do rio da vida, descobrindo as maravilhas do Ser”.

A meta do jogo é voltar à essência na Consciência Cósmica, redescobrir ou relembrar a verdadeira origem, reconectar com a Fonte Absoluta de todas as coisas: a Verdadeira Morada que transcende o tempo e o espaço, que é infinita, eterna e que está além da dualidade – o Sat-chit-ānanda, ou a bem-aventurança em viver a Verdade Absoluta.

“Em qual casa do Maha Lila, então, você está? Para qual casa você irá? Em algum momento, o buscador atinge o estado de Jivanmukta e liberta-se do Samsara. O ciclo do Samsara é uma imagem da cultura védica que representa a roda de nascimentos e mortes, ligada ao karma ou aos apegos da mente condicionada. Você pode até querer continuar nessa roda, mas não se prenderá a ela, poderá viver no mundo, sem se levar pelos sentidos; desfrutar o que há de melhor, sem se perder. Isso não significa que o jogo terminou, mas que você despertou para o Jogo Divino. O Maha Lila continua como um caminho de aprendizado, e não de sofrimento”, frisa.

Segundo o mestre espiritual e líder humanitário Sri Prem Baba, “você não poderá mover-se enquanto não aprender o que essa casa tem para lhe ensinar. Eu sinto que pode ser de grande ajuda você saber qual é o aprendizado que o jogo está tentando lhe dar, assim você pode mover-se conscientemente, estará iluminando a autorresponsabilidade que é a pedra fundamental que sustenta a elevação da consciência”.

Sri Prem Baba aponta, ainda, para a oportunidade aberta pelo jogo para a percepção dos nossos verdadeiros propósitos: “Nós estamos vivendo tempos muito intensos, as peças do tabuleiro estão sendo mexidas. Estamos tendo a chance de presenciar esse momento, abertos para receber aquilo que nos cabe, sem julgamentos. Cada um, a seu tempo, está constantemente traçando o caminho de volta para casa, saindo da condição de medo para a de confiança, de fé na vida”, ensina Sri Prem Baba.

O objetivo do Maha Lila, assim como o do grande jogo da vida, “é que o indivíduo se torne uma testemunha, observando e deixando-se guiar pela vontade divina em direção à sagrada sabedoria. Este é o Maha Lila”, finaliza Goura Gopala, convidando todos a terem essa experiência única, como mais um valioso e genuíno recurso na busca do autoconhecimento.

ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS COM MAHA LILA
Quando: de 06 a 10 de fevereiro de 2017
Onde: Avenida Menino Marcelo – Sítio Boa Vista – Serraria, Maceió/AL

Atendimentos com hora marcada!

Informações e pré-inscrição:
(85) 9 9953-7957 (Devavani)
(82) 9 9957-7266 (Kelly Cristina)

Leave a comment