Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • NOTÍCIAS   /
  • IX Festival de Música na Escola revela a importância do incentivo à arte nas escolas

IX Festival de Música na Escola revela a importância do incentivo à arte nas escolas

festival de musica coep_primeiro lugar
A Escola EREM Porto Digital ganhou a primeira colocação com a música ‘Nova sinergia’

No dia 30 de novembro de 2015, o COEP –PE realizou o IX Festival de Música na Escola, no Teatro Brum no Centro de Convenções de Pernambuco. Com um público de 300 pessoas/alunos e professores de escolas públicas, o festival revelou talentos num clima de muita descontração. O evento iniciou com a mesa de abertura representada pela Secretaria de Educação, Empetur, Escola EREM Confederação do Equador – a mais distante do local do evento, e pela Secretaria Executiva do COEP-PE.

O evento teve como parceiros e patrocinadores o Caboclinhos de Canindé, Caixa Econômica Federal, Chesf, CiEE, Correios, Dataprev, Embrapa, Fafire, IFEPE, Moradia Cidadania e Serpro, sob a coordenação geral de Selma Cavalcanti Cruz de Holanda Tavares, da Embrapa Solos e Secretária Executiva Estadual do COEP Pernambuco.

A cantora e compositora Lu Rabelo realizou o show de abertura do evento
A cantora e compositora Lu Rabelo realizou o show de abertura do evento

A abertura musical ficou por conta da cantora e poetisa LU RABELO, cantando músicas próprias, acompanhada pelos músicos Antônio de Hollanda, Cleto Campos e Hélio Machado. A cantora também presenteou as bibliotecas das escolas participantes com o seu Box CORDEIS D’AS CUMADE com 4 livros.

Participaram do Festival 15 escolas: – EREM BEBERIBE; – EREM DOM VITAL; – EREM CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR; – EREM JOSÉ VILELA; – EREM NÓBREGA; – EREM OTHON PARAÍSO; – EREM PORTO DIGITAL; – EREM PROFESSOR ALFREDO FREIRE; – EREM TITO PEREIRA DE OLIVEIRA; – ETE JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA; – ESCOLA MAJOR LÉLIO; – HEMISTOCLES; – PROFESSOR FERNANDO MOTA; – PROFESSORA. OLINDINA ALVES SEMENTE; – TORQUATO DE CASTRO que apresentaram canções inéditas que tiveram como foco o 7° Objetivo do Milênio: Qualidade de Vida e Respeito ao Meio Ambiente. O maestro Fábio Costa da Orquestra Raízes Pernambucana ficou à frente da direção musical dos alunos.

O júri foi composto pelo Maestro Clóvis Barbosa da Escola de Música Vila Lobos, pelo músico Antônio Hollanda, pela cantora Lu Rabelo, e por Antônio Carlos Mendes, representante da Empetur que jugaram as bandas nas categorias Letra, Originalidade e Interpretação. As 15 bandas se apresentaram sem deixar a dever a muitos profissionais. Foram vários os estilos apresentados desde gospel até o reggae demonstrando originalidade e criatividade nas letras e músicas que desafiavam e prendiam a atenção dos jurados.

O evento prestou homenagem, ao Professor Elí Jonas de Paula Machado e ao Maestro Clóvis Barbosa pelo pioneirismo e presença em todas as edições do Festival de Música na Escola. O maestro Fábio Costa, regente musical do evento, também foi homenageado com um troféu, pela dedicação a ensaios e à regência. Seus músicos e diretor do som – Mestre Pirulito do Maracatu – também foram agraciados com medalhas.

Os 75 alunos das bandas e os 15 professores representantes das escolas foram convidados a subir ao palco para receberem medalhas de participação. Uma grande surpresa foi preparada para a plateia presente quando a cantora CRISTINA AMARAL entrou no palco contagiando o público com a sua música e energia. Ela recebeu o título de IMPERATRIZ do 9° Festival de Música na Escola e foi presenteada com um troféu do evento. Cristina ressaltou a importância de se fazer festivais, ela também foi produto dessas oportunidades, ressaltou a relevância da participação dos alunos independentemente de resultados e parabenizou a Rede COEP pela iniciativa e trabalho social.

O resultado, após apuração dos votos, deu o 1° lugar à EREM PORTO DIGITAL, que recebeu uma guitarra. O 2° lugar ficou com a ETE JOSÉ ALENCAR COMES DA SILVA que foi premiada com um violão elétrico e o 3° lugar com a EREM PROF. ALFREDO FREIRE que recebeu um bongô. Os prêmios foram um estímulo aos jovens de formarem bandas com seus próprios instrumentos e um reconhecimento ao trabalho realizado. Todas as demais escolas foram classificadas em 4 lugar pelas proximidades das notas. O evento foi finalizado com a palavra do anfitrião Antônio Carlos Mendes que emocionado expressou orgulho em ter sido parceiro na promoção do evento e disponibilizou o Teatro Guararapes (capacidade para 2.000 pessoas) para o “X Festival de Música na Escola” do próximo ano.

Leave a comment