Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ENTREVISTAS   /
  • Carlos Eduardo Barbosa fala sobre a História e a Simbologia dos Ásanas

Carlos Eduardo Barbosa fala sobre a História e a Simbologia dos Ásanas

Por Cristiano Jerônimo Valeriano

Carlos Eduardo BarbosaO mineiro Carlos Eduardo Barbosa cursou Sânscrito na Universidade de São Paulo e ministra aulas de Sânscrito e de Culturas da Índia para professores de Yoga desde 1982. Recentemente ele esteve no Recife ministrando o módulo ‘História e a Simbologia dos Ásanas’ no Pura Luz Yoga. Aproveitamos para conversar com ele sobre o assunto. Confira na entrevista abaixo!

O que são os Ásanas?
Os Ásanas são exercícios que trabalham músculos e articulações, alongam e fortalecem os músculos, ativam glândulas e órgãos, fazendo com que tudo em nosso corpo funcione numa incrível sincronia. Mas, para o Yoga, o mais importante é que os ásanas desobstruem os canais de energia, nadis, permitindo que o fluxo de prana (energia vital) seja restaurado e intensificado. A definição formal para o Ásana está no livro Yoga Sútra, de Pántañjali: “O Ásana (deve ser) estável e confortável”.

Os Ásanas dos exercícios do Yoga conseguem trabalhar todas as camadas de corpos que possuímos?
As posturas modernas trabalham predominantemente a relação mente-corpo, num sentido próprio da ginástica e têm pouco a ver com o yoga.

O corpo físico seria o maior beneficiado com a prática dos Ásanas na Yoga ou os corpos mental, emocional, etérico, entre outros, recebem da mesma forma os efeitos desta prática terapêutica?
O corpo físico tem sido o alvo principal de todas as técnicas modernas de yoga.

A energia vital (prana) e os canais de energia (nadi) que são desobstruídos pelos Ásanas se referem aos chackras, vórtices de energias vitais existentes em nosso corpo e que canalizam essa energia vital?
O Yoga tântrico informa que é o pranayama, e não o asanam, que promove a limpeza e a desobstrução da anatomia sutil.

No Manual de Yoga Nataraja (SP) são descritos os métodos práticos de 108 famílias de Ásanas. É este o número de posturas diferentes existentes na Yoga?
O Manual de Yoga do Nataraja foi concebido para desconstruir o engodo do método DeRose. Essas 108 famílias de asanas, no entanto, derivam do próprio método DeRose, que se serviu de um levantamento feito por Andre De Rose (filho do Luis Sérgio DeRose – dono da franquia), que depois se desligou daquela rede de escolas e se juntou ao Yoga Nataraja de Marcos Taccolini. Essas 108 familias de asanas são uma criação moderna. Nenhum texto original fala sobre isso.Os textos sânscritos que utilizo como referência sobre asanas mencionam um total de menos de duzentos nomes diferentes de asanas.

O senhor pode explicar um pouco mais o que são as famílias de Ásanas?
São uma formulação didática desenvolvida por Marcos Taccolini e Andre De Rose para dar corpo ao método Nataraja. Essa classificação divide os asanas em famílias de conformidade com determinadas características formais de postura ou movimento do corpo que cada asanam adota.

Como os Ásanas interagem com as demais técnicas do Yoga?
O asanam é o fundamento da prática, pois consiste na construção do espaço para a meditação e no assentamento do corpo para essa finalidade.

Leave a comment