Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ARTIGOS   /
  • ‘Sociedade inteligente? Abaixo os rótulos’

‘Sociedade inteligente? Abaixo os rótulos’

Por Oséas Borba Neto*

Oi você aí, qual é a sua?
Qual sua ideologia?
Quais seus dogmas?
Em que você acredita?

É…, a vida poderia ser bem mais fácil! Mas não é… Então para de olhar para os lados e querer buscar resposta para tudo – Vai viver!

Numa sociedade de consumo, as pessoas rotulam umas as outras, com a mesma facilidade que etiquetam um objeto ou mercadoria. Rotulam, julgam e descartam o outro, sem ao menos o conhecerem.

Fui julgado sim, mas olhem ao lado e verão que vocês também o foram, ou ainda estão sendo. Muitas vezes condenados, por pessoas que nada têm a ver com nossas vidas.

Esquecemos de olhar dentro de nós mesmos, esquecendo que se tivermos que julgar algo, que julguemos a nós. Já é muito difícil viver numa sociedade hipócrita, preconceituosa e falsa, onde o que é mostrado são pseudo verdades e é por debaixo dos panos, onde a realidade se mostra e as máscaras caem, então, para que julgar? Vamos viver que já é algo bem difícil.

Vivemos num mundo globalizado e dito racional, mas onde algumas pessoas continuam a se utilizarem de signos e rótulos para se expressarem como classe oprimida ou opressora.

A generalização e uso de tais símbolos é sempre burra, em se tratando de seres humanos. Como podemos defender a causa das minorias oprimidas, quando nós mesmos discriminamos as dissidências das ditas classes dominantes que tentam se unir aos oprimidos em suas causas? Como podemos buscar uma sociedade igualitária, usando de radicalismos, julgando e rotulando, devolvendo as mesmas discriminações sofridas?

Todo radicalismo é burro e normalmente se prende a argumentos e imagens simbólicas ultrapassadas ou irreais, frutos de mentes doentias.

Será que nem as pessoas que sofreram preconceitos não conseguem entender que:
É burrice achar que todo Homem é machista!
É burrice achar que todo branco é racista!
É burrice achar que todo Hetero é homofóbico!

Não se mudam as pessoas e a sociedade devolvendo a intolerância sofrida e cometendo os mesmos erros que já nos foram impetrados. Mudaremos sim, sendo diferente! E viva estas diferenças, porque como tudo seria sem graça se todos fossem iguais.

Respeito sim, preconceito não, seja de que lado for!

* Oséas Borba Neto é ator, diretor e produtor

Leave a comment