Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • AGENDA   /
  • Pai não é visita! Roda de diálogo com pais discute o direito ao acompanhante, em Recife, dia 11 de agosto

Pai não é visita! Roda de diálogo com pais discute o direito ao acompanhante, em Recife, dia 11 de agosto


Como acontece desde 1998, a Campanha “Paternidade: desejo, direito e compromisso”, realizará durante a semana do dia dos pais, suas ações de maior visibilidade.

Neste ano, focalizaremos o tema do direito ao acompanhante, afinal, de acordo com a Lei Federal N° 11.108, o SUS é obrigado a permitir a presença de um acompanhante, junto à mulher, durante o pré-parto, parto e pós-parto imediato. Contudo, há muita resistência das instituições de saúde e dos profissionais em fazer cumprir esta lei. A resistência é ainda maior no caso do acompanhante ser o pai.

Neste sentido, a partir do slogan PAI NÃO É VISITA!, pretendemos promover uma roda de diálogo promovendo reflexões críticas sobre o constante descumprimento desta lei. A iniciativa é uma forma de dar visibilidade a esta demanda, exigindo dos Governos Municipal, Estadual e Federal o compromisso de gerar condições estruturais nas maternidades para que o direito ao acompanhante seja respeitado.

A roda de conversa é destinada aos homens (pais ou futuros), a partir de um convite ao diálogo sobre sua participação em momentos como o pré-natal, parto e pós-parto. Contamos com a presença de casais freqüentadores de grupos de apoio ao parto humanizado em Recife. Haverá também aExposição “Você é meu pai”, que veicula imagens e mensagens que valorizam o exercício do cuidado por parte dos homens.

Sobre a campanha mais ampla

A Campanha “Paternidade – Desejo, Direito e Compromisso” busca envolver os homens em questões relacionadas ao cuidado e a paternidade, no contexto da saúde e dos direitos reprodutivos. A cada ano ela traz um tema que busca promover uma reflexão sobre a paternidade enquanto:
Um direito: da criança, da mulher e do próprio pai;
Uma ação que está inserida no campo do desejo, ou seja, é possível ser feliz não sendo pai, mas a paternidade também traz benefícios para o homem e é preciso refletir muito sobre o real desejo de se ter um filho, antes de dar um passo adiante;
Um compromisso: uma responsabilidade com o/a filho/a que envolve tanto recursos financeiros quanto afetivos.

A campanha acontece ao longo do ano, a partir de diferentes ações, mas a iniciativa de maior visibilidade da campanha acontece na semana do dia dos Pais, como uma reação crítica à configuração deste dia como uma data puramente comercial, em que a mídia bombardeia mensagens e propagandas em que “amor paterno” aparece como mais um produto, entre muitos. Assim, desde sua fundação, em 1997, o Instituto PAPAI tem promovido principalmente durante os meses de agosto e setembro, atividades que buscam estimular a reflexão sobre o cuidado infantil, valorizando a participação dos homens na educação e no cuidado dos/as filhos/as.

LOCAL: Auditório da Livraria Cultura – Shopping Paço Alfândega – Recife

DATA E HORÁRIO:
Roda de Diálogo (Auditório): 11 de Agosto, às 10 horas da manhã.
Exposição (Mezaninho): 11 e 12 de agosto

REALIZAÇÃO: Instituto PAPAI, GEMA/Psicologia UFPE, Instituto Promundo, RHEG, ReHuna – Núcleo de Parteria Urbana, Grupo Isthar, Grupo Maternar, Grupo Curumim, Narrativas do Nascer/Antropologia e Museologia UFPE e Instituto Nômades

APOIO: Livraria Cultura

Link: http://www.papai.org.br/informativo/view?ID_INFORMATIVO=201




1 Comments

  • excellent submit, very informative. I wonder why the opposite experts of this sector don’t understand this. You must continue your writing. I’m confident, you’ve a huge readers’ base already!

Leave a comment