Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ENTREVISTAS   /
  • ‘Os Princípios Quânticos no Cotidiano’, por Wallace Liimaa

‘Os Princípios Quânticos no Cotidiano’, por Wallace Liimaa

Por Tereza Soares
wallace liimaa físico
Foto: Divulgação

Nesta entrevista o professor Wallace Liimaa fala sobre como o ser humano se tornou refém de toda uma cultura, se desconectando do seu ser íntegro, se afastando da natureza e se tornando dependente de drogas químicas. Wallace Liimaa é pesquisador, professor e consultor em Saúde Quântica, com foco em Qualidade de Vida e Transformação Pessoal.

O que motivou você, um estudioso da Física Quântica e Relativística, a se dedicar ao tema ‘Saúde Quântica’?
A Física Moderna tem pouco mais de 100 anos e os seus Princípios nem sempre são compreendidos pela maioria das pessoas. Acontece que essa ciência ainda jovem com base na Física Quântica e Relativística está nos convidando para uma visão multidimensional da realidade. Além disso, nos ensina que a linguagem do Universo é a Energia e a Vibração (frequência) que permeiam todas as coisas.

Qual o principal benefício da aplicação da Física Quântica no cotidiano das pessoas?
A compreensão desse novo paradigma nos possibilita perceber o motivo pelo qual a humanidade adoece em ritmo galopante, bem como podemos nos tornar criadores conscientes da realidade que nos cerca e aprender a fazer as melhores escolhas. No novo Paradigma Quântico a máxima cartesiana “Penso, logo existo”, transforma-se em “Penso, logo escolho”. Aprender a fazer as melhores escolhas passa a ser um exercício diário, capaz de nos conduzir a uma vida mais feliz, mais saudável e plena de significado.

Nessa perspectiva, com que elementos você trabalha que levam a este estado mais feliz e saudável de vida?
A perda de significado na existência está por trás do surto de depressão e da ansiedade, que assola a humanidade. O desconhecimento do conteúdo energético e vibracional dos alimentos que consumimos diariamente, bem como dos pensamentos e emoções com que lidamos cotidianamente faz aumentar as estatísticas das doenças crônicas que assolam o mundo contemporâneo. Somos emissores e receptores de frequências e precisamos aprender a afinar os nossos instrumentos vitais para atrairmos as melhores melodias para as nossas vidas. É o que a nova ciência nos ensina.

Se a humanidade está caminhando num sentido autodestrutivo, em que isto tem residido? Em quais condições estamos envolvidos que nos leva a ao estado de infelicidade e de incertezas em relação à saúde?
Parece-nos que uma profunda ilusão de ótica norteia muitas pessoas, que através de hábitos diários alimentares e mentais se enredam cada vez mais em ações e atitudes que parecem tornar as suas vidas cada vez mais difíceis. Confiamos que o normal é vivermos com saúde e não doentes. Que o normal é sermos felizes e termos uma vida plena de significado e não derrotados e sem perspectivas. Que o normal é sermos prósperos em todas as dimensões e não pobres de espírito e mendigos mentais, emocionais e espirituais. Que o normal é optarmos pelo caminho do amor e do não julgamento e não pelo caminho do medo e da intolerância.

Veja também: Curso online ‘Dê um salto quântico na mente’, com Wallace Liimaa

Leave a comment