Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ARTIGOS   /
  • ‘Marte, Lua, Mercúrio e Plutão formam a Configuração da Pipa’, por Haroldo Barros

‘Marte, Lua, Mercúrio e Plutão formam a Configuração da Pipa’, por Haroldo Barros

(publicado originalmente em http://haroldobarros.wordpress.com)

Neste dia 5 de Setembro, uma belíssima tanto quanto rara configuração celeste se formatará: Marte, Lua, Mercúrio o e Plutão se posicionam de tal forma que desenham um lindo losango. Esse raro fenômeno astrológico é chamado, pelo seu formato, de configuração da pipa.

A pipa é formada por dois triângulos azuis que têm um lado em comum. E uma linha vermelha que atravessa ambos. De um modo geral, o significado atribuído a uma pipa é de alavancagem, a linha vermelha, tensionante, funcionando como elemento disparador, enquanto os triângulos, representativos de talentos ou facilidades, potencializando mudanças, progressos ou avanços.

No presente caso, a Lua se opõe a Marte, enquanto Mercúrio e Plutão completam os triângulos. Três desses astros estão nos signos de Terra (Lua, Mercúrio e Plutão), enquanto Marte está no signo de Escorpião.

O que podemos extrair dessa rica configuração?

A oposição pode indicar um conflito entre o conforto que gera inércia e os desejos de mudança: nem sempre conseguimos contemporizar aquilo que desejamos com aquilo que estamos dispostos a pagar o preço para realizar.

E o que é pior: podemos criar estratégias compensatórias que, inconscientemente, acobertam o conflito, em vez de buscar maneiras de resolvê-lo satisfatoriamente. É o caso, por exemplo, daquela dona de casa que deseja se lançar novamente ao mercado de trabalho, mas que, em vez de se preparar tecnicamente e criar as possibilidades, fica se justificando na possível perda de qualidade do casamento para não realizar a idéia. Ou daquela pessoa que sabe que precisa terminar um relacionamento, mas que “vai ficando”, por que já está acostumada e um novo relacionamento é sempre algo arriscado.

Em suma, os verdadeiros conflitos são ocultados por uma capa de suavidade ou benevolência, criando uma zona de conforto da qual pode ser difícil querer sair.

E assim o tempo passa e, quando o conflito realmente estourar, não saberemos lidar com ele de forma satisfatória, pois nunca antes o havíamos reconhecido e enfrentado.

A formação desta configuração nos céus deste Setembro, indica a possibilidade de tomarmos conhecimento desses conflitos e materializá-los, tornando-os reconhecíveis e, conseqüentemente, resolvíveis, pois a energia cruzada da pipa indica força para superar obstáculos. E toda uma gama de potenciais adormecidos são expostos e tornados conscientes.

Um magnífico momento para aceitarmos os desafios que a vida nos impõe. Na verdade, não reconhecer e não aceitar os desafios que nos estão destinados é que nos faz perder oportunidades e estancar o fluxo de potencialidades e prosperidade a que temos direito, desde que nascemos.

Como diz Deepak Chopra, em seu livro “As Sete Leis Espirituais do Sucesso”, cada um de nós tem um dom, um potencial único, ímpar, um talento singular que, descoberto e praticado, nos coloca em sintonia com o que ele chama de fluxo universal de abundância. A configuração da pipa nos diz que estaremos diante de possibilidades de ver bem de perto esse potencial, conhecê-lo e reconhecê-lo e passar a utilizá-lo de forma prática e coerente.

Fique atento, porém: às vezes, somos tão teimosos em não reconhecer esse potencial, que o cosmos pode se encarregar de colocar-nos diante de desafios que nos obriguem a buscar forças internas de que nem sequer desconfiamos.

Portanto, durante essa semana, não fuja dos desafios. Ao contrário, aceite-os e reconheça-os como oportunidades de lançar-se na direção do que você quer, embora talvez não saiba (ainda) que quer.

Se você já tem o seu mapa astrológico, observe atentamente em que casas do mapa estão os pontos do losango, assim como a “cabeça da pipa” (Marte, aos oito graus do signo de Escorpião), e assim você poderá ter uma idéia acerca de quais áreas da sua vida poderão ser mais notadamente afetadas pelo fenômeno.

Ah, e por favor, SAIA DESSA ZONA DE CONFORTO!!!

Uma dica cinematográfica: Simplesmente Alice (Alice, USA, 1990), uma deliciosa comédia de Woody Allen, onde você vai aprender como os potenciais adormecidos brotam para redirecionar uma vida, quando estamos dispostos a sair da abençoada zona de conforto.

Leave a comment