Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • [ISADORA ZAMARQUE] Memórias de Asfalto

[ISADORA ZAMARQUE] Memórias de Asfalto

| Por Isadora Zamarque |

Nessa coisa de pensar no “throw back” já fiz uma coleção delas, salve salve!
Essa não uma mera selfie. Lembro-me bem deste dia, acho que foi numa quinta de 2015 ou 2016 e eu morava em Fortaleza. Estava em mil corres com compras, sobe e desce de bike. Era uma época de contar moedas, mas o pedal e o encontro com a galera sempre me resgatava pr’um eixo positivo. Nesse dia eu estava com o Windy, amigo mochileiro lá de Tefé (AM), eu estava toda preocupada com as coisas pra fazer, estressada realmente, cinco da tarde, suada e cansada já e eis que ele me chega:
– Bora parar ali no posto e tomar uma latinha, Isa! Tu tá precisando.
Eu resisti no começo, mas ele me convenceu.
Ficamos sentados num posto ali na Avenida Domingos Olímpio, pegamos uma Kaiser cada um e contemplamos os carros. Foi bom porque entrar numa brisa boa não demorou muito, pois sou fraca pra bebida. E eis que o Windy me chega e diz:
– Tá vendo, Isa! Esse baita trânsito, o pessoal tudo com pressa de voltar pra casa, estudar ou fazer sei lá o que…
E nós aqui, tomando uma bera e os contemplando.
Jamais esqueci essa cena e essa frase emblemática. Essa foto foi para concretizar essa memória que ainda é tão viva em mim. Ainda sou esse ser que toma uma latinha de cerveja barata, se embriaga e pensa na vastidão da vida. Ainda sou esse ser que para no meio da correria pra observar porque é que a gente corre tanto. É claro, sem romantismos, não faço isso todos os dias, mas sempre que posso troco o ônibus para andar a pé, sempre que posso paro e observo as pessoas na rua, sempre que posso tomo meu café da manhã lentamente, sempre que posso troco a rua pela casa, sempre que posso troco a casa pela rua. É tão cíclico como as fases da lua. Gira, gira.
E é sempre recomeço.
E é sempre vida.

Related Articles

Leave a comment