Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ARTIGOS   /
  • ‘Inverno: Tempo de reflexão e recolhimento. Tempo de silêncio. Tempo de recriar!’

‘Inverno: Tempo de reflexão e recolhimento. Tempo de silêncio. Tempo de recriar!’

Por Lu Rabelo*

Pouco antes do início ‘oficial’ do Inverno, caí de cama com uma gripe que não lembro ter tido igual. Estava boazinha no dia 14  de junho. No dia 15 já amanheci com uma febre que não me deixou nem levantar da cama. Na manhã seguinte, um domingo, menstruei. Passei quase dez dias de resguardo. Mas apesar dos incômodos gripais, como principalmente a dor de garganta , vivenciei cada momento da ‘doença’ como uma grande cura que estava em mim se processando. Deixei-me ficar na cama o quanto meu corpo pedia. E, o melhor, sem culpa. Sem culpa de não estar trabalhando, cuidando dos filhos, arrumando a casa…

Só tomava antitérmico quando a febre passava dos 38. Na cama, não lia, não assistia TV, não fazia nada, só dormia ou ficava sentindo os sintomas de meu corpo. Presença!

Estava sensível por demais, então chorei à vontade. Mas a liberação não veio só no choro, como também no suor- acordava de manhã toda molhada – e na imensa quantidade de catarro que fiz questão de botar pra fora com prazer.

Após esses dias, que tenho chamado de renascimento, me veio muita vontade de limpar a casa, doar coisas há tempos sem uso e consertar tudo que estava quebrado, a começar pela máquina de lavar roupas.  Esvaziei o guarda-roupa, limpei todas as prateleiras e gavetas, lavei roupas há muito guardadas. Fiz o mesmo no quarto de minha filha adolescente. No quarto do pequeno, demos uma geral nos brinquedos e nas roupas. Me surpreendeu o desapego dele, colocando no saco de doação de brinquedos muito mais do que imaginei.

Ainda continuo na missão. Falta a sala, os armários dos banheiros, a cozinha, área de serviço e o escritório. Mas tenho até o final do inverno pra colocar tudo em ordem. E essa afirmação me vem como um grande ensinamento da ampla função desta estação do ano em nossas vidas. Tempo de reflexão e recolhimento. Tempo de silêncio. Tempo de recriar! Preparação para chegada da Primavera.

Pra nós do Hemisfério Sul o inverno começa por volta do dia 21 de junho, quando se inicia o Solstício de Inverno, momento mais frio do ano, onde os dias são mais curtos e as noites mais longas. O Solstício de Inverno significa que a luz do Sol não incide com tanta intensidade no hemisfério em questão. Ocorre quando o Sol atinge a maior distância angular em relação ao plano que passa pela linha do equador.

Li recentemente num artigo da astróloga Maria Helena , que  ‘na antiguidade as iniciações eram feitas sempre no Solstício de Inverno, porque sendo o ultimo dia de maior noite, significava a marca do inicio do ciclo de dias de luz cada vez maiores. No Egito Antigo, os faraós eram reiniciados a cada novo Solstício de Inverno’. Vale lembrar que no Hemisfério Norte, o Natal acontece no Solstício de Inverno.

“O inverno é um período que devemos nos livrar da madeira morta do ano e analisar o que não é saudável em nossas vidas e nos nossos relacionamentos. Rituais de inverno devem refletir a purificação pessoal e o renascimento. O entulho velho é queimado e utilizado para fertilizar o solo para o plantio de primavera”, aconselha texto publicado no site www.xamanismo.com.br

Limpando a poeira do meu lar sinto que venho purificando algo mais profundo: sentimentos empoeirados. Junto às lágrimas e escarros vão-se mágoas antigas, que precisam se diluir, ir.

Desde o outono, já vinha sentindo esta necessidade de recolhimento e esvaziamento, intensificada agora na atual estação. Quero estar leve na Primavera! Estar pronta  para receber as flores, plantadas no Outono e aguadas no Inverno. E no Verão apenas agradecer!

* Lu Rabelo é poeta, cantora, arteterapeuta e editora do Portal Flores no Ar.


Related Articles

2 Comments

  • Lucieni (Mana) on

    Muito bom!!! E tu ficas devendo agora um artigo tipo “flores no ar” quando a primavera chegar…

  • Muito bommm, concordo plenamente com seus ensinamentos e sempre fico ainda mais introspectiva durante o inverno, para na primavera brotar novas idéias.

Leave a comment