Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • NOTÍCIAS   /
  • Faça acontecer ‘Suspenso’, o novo disco de Juvenil Silva

Faça acontecer ‘Suspenso’, o novo disco de Juvenil Silva

O cantor e compositor pernambucano Juvenil Silva criou recentemente uma campanha de financiamento coletivo para o lançamento do seu novo álbum ‘Suspenso’.

“Convoco todos e todas a participar desse sonho (que, na verdade, é uma necessidade) de expressar vivências e ideias por meio da música. “Suspenso” contém 13 faixas e é o terceiro disco que lanço, sem dúvida o mais pessoal de todos. Assim como os outros, sempre gravei de forma independente, juntando grana de shows e contando com ajuda de amigos. Nesse disco, que já está todo gravado, eu tive apoio do Estúdio Casa do Kaos, de João Pessoa, e amigos que ajudaram na captação e mixagem. Mas para que eu possa lançar o material é preciso pagar esses profissionais que apostaram no trabalho e a prensagem do material físico. Por isso resolvi fazer essa campanha”, explica o artista.

Já foram lançados dois singles, disponíveis no YouTube: “As coisas não se ajeitam sozinhas” e “Cabeça, coração“, que veio em forma de videoclipe e trailer do filme “Superpina”, do diretor Jean Santos.

Sobre o disco “Suspenso”
A tríade rock, folk e psicodelia acompanha o cantor e compositor Juvenil Silva desde o seu primeiro álbum, “Desapego” (2013), passando por “Super Qualquer no meio de lugar nenhum” (2014) e, agora, pousa de forma mais madura em “Suspenso” (2018). Desta vez, ele soma à sua escola da vanguarda paulista ritmos locais como o brega e aproveita para alçar voos por outras latinidades, como a soul music.

Com um viés “coracional” e questionador, Juvenil traz, nas canções de “Suspenso”, um desejo de liberdade: seja estética, com a experimentação/apresentação de novos sons, seja sensível, ao desfazer amarras morais e pudicas do sentimento mais cantado no mundo – e, apesar disso, provavelmente o menos compreendido – o amor. “Eu fico triste, mas eu deixo pra lá” canta na faixa Se o meu legal te faz mal. Um verdadeiro disco de desconstrução e construção.

“Podemos dizer que é um disco de canções de amor? Sim, podemos. Mas não o amor engessado, perpetuado e transmitido pela sociedade, pela TV, pela família ou pela burrice. É o amor em outra realidade, por vezes omitida, pouco abordada, e até mesmo má interpretada. Amor primo, sem muita preocupação de ser compreendido e, sim, vivenciado. Fruto dos instintos mais ancestrais”, divaga.

Coincidência ou não, muito desta filosofia remete à simbologia d’O Enforcado, um dos mais intrigantes arcanos do Tarô. A figura desta carta, ao contrário do que se imagina, não traz alguém pendurado pelo pescoço e, sim, pelo pé, de ponta-cabeça. Suspenso, olhando o mundo sob outra perspectiva. Sendo assim, O Enforcado propõe realizar revoluções internas, quebrar padrões desgastados e improdutivos, renovar o olhar e os sentidos – assim como Juvenil Silva.

Para cobrir os gastos do disco, são oferecidas uma série de contra-partidas interessantes, desde o link antecipado com uma faixa bônus exclusiva, camisetas, pôsteres, brindes, o CD em carne e osso e até show na sala de sua casa.

Confira todas as recompensas e valores e participe através deste link!

Leave a comment