Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ENTREVISTAS   /
  • Entrevista com a analista Junguiana Renata Whitaker

Entrevista com a analista Junguiana Renata Whitaker

Por Alessandra Guimarães

renata_whitaker_horschutzA analista Junguiana Renata Whitaker Horschutz  conta nesta entrevista ao Flores no Ar mais detalhes do ‘Seminário sobre Sonhos Infantis’, que será realizado nos dias 5 e 6 de dezembro de 2015, no Instituto de Psicologia Analítica da Bahia, em Salvador.

Quem é Renata Whitaker e com o que você trabalha?
Sou membro didata do Instituto Junguiano de São Paulo, da Associação Junguiana do Brasil, da International Association for Analytical Psychology (Suíça) e obtive o título de membro didata em Zurique pela International Society for Sandplay Therapy – (Suíça). Sou especialista em Cinesiologia, Integração Fisiopsíquica, com base na Psicologia Junguiana pelo Instituto Sedes Sapientiae. Caso queiram conhecer melhor o meu trabalho, desenvolvi o Site:

Trabalho como analista Junguiana, utilizando a Metodologia do Sandplay, bem como práticas corporais, relaxamento, análise de sonhos, imaginação ativa e recursos expressivos criativos. Através desses recursos, tenho como objetivo contribuir para que o paciente acesse suas emoções, imagens, sensações e pensamentos, devendo tais conteúdos, após a vivência, serem tratados verbalmente na terapia. Este processo visa o autoconhecimento e a conscientização dos processos psíquicos internos que estão latentes, promovendo um maior equilíbrio físico, emocional e mental.

Como você se interessou pela psicologia analítica?
Durante minha formação em Psicologia, frequentei cursos de trabalhos corporais e realaxamento que tinham como base a Psicologia Analítica. Participei de aulas com o Dr. Petho Sandor, médico e psicólogo húngaro que imigrou para o Brasil e que foi um dos responsáveis pela disseminação da teoria Junguiana aqui. Ele criou um método de relaxamento que se chama Calatonia, palavra de origem grega que significa relaxamento, bem como desatar as amarras, deixar ir, retirar os véus dos olhos. Consiste em uma série de toques sutis que proporcionam o rebaixamento da consciência, descontração muscular, assim como o reequilíbrio da função respiratória e circulatória. O corpo revela o inconsciente através do toque. Este trabalho atua no sistema nervoso autônomo, o qual não tem o controle da consciência. Para se trabalhar as imagens, sensações, fantasias, impressões, sentimentos, pensamentos, que surgem no decorrer dos toques sutis, utilizo a teoria inerente a Psicologia Analítica, que traz um embasamento importante para a integração dessas imagens na vida do paciente.

A leitura dos textos de Jung, na época, traduzidos por Sandor, pois ainda não estavam publicados, e a vivência de suas técnicas de relaxamento despertaram em mim um profundo interesse pela Psicologia Analítica.

Qual a importância dos sonhos para a Psicologia Analítica? Na sua opinião, qual a principal função dos sonhos para a vida?
Os sonhos constituem-se num portal que nos dá acesso ao inconsciente, o qual os usa como meio de expressão. Estas mensagens dão-nos direções de vida, diagnosticam conflitos, por vezes oferendo soluções para a sua resolução.

Sendo a Psicologia Analítica um método de análise que busca no inconsciente respostas para o desenvolvimento psíquico, os sonhos são uma de suas ferramentas mais importantes, por sua linguagem simbólica e imagens arquetípicas, tão ricas e comuns a toda a humanidade.

Em dezembro você estará em Salvador realizando o Seminário sobre sonhos infantis. Fala um pouco sobre o que será abordado no seminário.
Durante o seminário farei uma explanação a respeito da visão de Jung sobre a análise de sonhos e como trabalhar as imagens que surgem do inconsciente.

A psique funciona por imagens, portanto a melhor maneira de se trabalhar o psiquismo de uma pessoa é através das imagens, ou seja, símbolos que constroem a ponte entre o inconsciente e a consciência.

Esta será uma introdução para, por meio desses conceitos, efetuar a análise de imagens oníricas infantis, tanto relatadas por crianças, como por adultos que as contam por estarem arquivadas em sua memória.

Os sonhos da infância são preciosas chaves para o futuro processo de individuação que se desenvolve ao longo da vida e que é caracterizado pela pessoa reconhecer-se como um ser único e diferenciado. Este objetivo só se concretiza na medida em que o ego permite que as experiências interiores se tornem conscientes, trazendo sentido à nossa existência. Portanto, os sonhos são elementos de suma importância para o processo analítico , pois oferecem imagens simbólicas, que prenunciam as potencialidades dos indivíduos, bem como os desafios que terão de contornar para desenvolvê-las e exercê-las na vida.

Saiba mais:  SEMINÁRIO SOBRE SONHOS INFANTIS DIAS 5 E 6 DE DEZEMBRO EM SALVADOR

Leave a comment