Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • VÍDEOS   /
  • ‘Ebulição’, por Lu Rabelo e Rogê Victor

‘Ebulição’, por Lu Rabelo e Rogê Victor

Nos vídeos acima, pode ser conferido parte do show apresentado na Livraria Saraiva, no Recife

Por Kélita Myra

A poeta, cantora e compositora Lu Rabelo, acompanhada do violonista Rogê Victor, apresentou no dia 21 de setembro de 2014, a performance poético-musical ‘Ebulição’, na Livraria Saraiva do Shopping Rio Mar, no Recife.

“Ebulição é uma experimentação, onde mesclo poesias e músicas criadas por mim nos últimos quatro anos. Neste tempo, a música veio ganhando um espaço maior na minha expressividade e comecei a sentir vontade de mostrar, compartilhar essas novas criações”, conta Lu Rabelo. A apresentação contou com as participações do percussionista Cleto Campos,do amigo Aguinaldo Leonel, e do saxofonista Parrô Melo.

Poetizar há tempos tem sido a principal forma de expressão de Lu Rabelo. “A rima e a métrica me surpreendem com as possiblidades de dizer o que sinto de um jeito diferente. E a poesia livre me faz expressar sentimentos e pensamentos num outro ritmo”, conta a poetisa.

Com a escrita e a oralidade naturalmente cúmplices de sua vida, depois foram chegando as melodias. E muitos dos poemas de Lu Rabelo se transformaram em canções. E outras músicas surgiram trazendo novos poemas. Em parceria com Rogê Victor, que arranjou todas as músicas da artista, nasceram blues, reggaes, xotes, sambas, baladas, ciranda, maracatu…

“Escrever, compor, cantar, recitar me tornam inteira e nua. Acesso minha alma e expresso minha essência. Este é o meu caminho de cura”, afirma Lu, compositora de músicas como “Toada de Lua”, “Clave”, “Cigano” e “Segredo das Ondas”.

O INÍCIO – Lu Rabelo começou a compartilhar suas poesias nos saraus poéticos organizados pelo poeta França, em Olinda/PE, no início dos anos 2000. Seu primeiro cordel, publicado em 2006, “O Cordel da TV Digital”, tornou-se nacionalmente conhecido por ter sido lido pelo então ministro da Cultura Gilberto Gil, durante uma aula inaugural do Curso de Comunicação da UFRJ. O fato causou um rebuliço no primeiro escalão do Governo Lula, já que o cordel criticava explicitamente a postura do ministro das Comunicações à época, Hélio Costa.

Autora de diversos cordéis, três deles – em parceria com a poetisa Anaíra Mahin – foram premiados em edições diferentes do Recitata, Concurso de Poesia do Festival A Letra e a Voz, promovido anualmente pela Prefeitura do Recife. Atualmente, além do trabalho poético solo, Lu Rabelo é parte da dupla As cumades e é integrante do grupo poético-musical feminino Elas por Acaso.

A MÚSICA – Em 2010 a música ganhou um espaço privilegiado na arte de Lu Rabelo, quando ela começou a compor. Intuitiva e musical, tem hoje cerca de 30 canções próprias prontas, além de algumas parcerias.

Tendo a intuição, a emoção e a espontaneidade como guias, seus poemas e canções falam da vida pela perspectiva do olhar feminino, abordando questões existenciais, emotivas e sociais. A natureza, as paixões, a poesia, o tempo e o ser são os principais motes de suas criações.

Filha de pais sertanejos, do Pajeú pernambucano, Lu Rabelo nasceu em Brasília, em 1973, e mora há 30 anos no Recife, onde atua também como jornalista e arteterapeuta. Mas é na arte que Lu Rabelo reúne as suas duas maiores paixões: a poesia e o canto.

ROGÊ VICTOR – No início de 2013 Lu Rabelo iniciou uma parceria com Rogê Victor, que, além de arranjar suas músicas, vem compondo em parceria com Lu. Em maio de 2014, os dois estrearam a performance poético-musical “Ebulição” no Sarau das Artes, no Recife.

Rogê Victor é músico multi-instrumentista, no mercado profissional desde 1995. Cursou Música na UFPE e é professor de Música desde 1999. Em São Paulo entre os anos de 2003 e 2004 trabalhou com o maestro Paulo Santos no Coral do Conjunto Nacional. De 2004 a 2010 trabalhou no estúdio MADALENA ST com produção de jingles e trilhas para teatro e companhias de dança.

Na estrada ou em estúdios, Rogê Victor já atuou como músico de Adriana Calcanhoto, Nando Reis, Beto Guedes, Mazinho Lima (Mestre Ambrósio), Juliana Kehl, Ricardo Nash, Ivaldo Moreira, Claudia D’Orei, Bruno D’ la Rosa, Fernando Deluqui (RPM), Cid Campos, entre outros. Atualmente, acompanha, além de Lu Rabelo, artistas pernambucanos como Hugo Linns, Rodrigo Caçapa, Mestre Ferrugem, Fadas Magrinhas, Geraldo Maia e Maciel Salú.

Leave a comment