Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • [DESPERTANDO] Cuidemos dos corações dos meninos! Por uma masculinidade saudável e positiva.

[DESPERTANDO] Cuidemos dos corações dos meninos! Por uma masculinidade saudável e positiva.

 

| Por Mirtiline Leitão* |

‘Homem não chora’. ‘Boneca é coisa de menina’. ‘Rosa é cor de menina’. ‘Você vai perder para uma menina?’ ‘Não pode ter cabelo grande.’ ‘Seja homem!’ ‘Menino não pode cuidar da casa.’ ‘Engula o choro, você é homem!’ ‘Você tem que proteger sua irmã, sua mãe.’ ‘Não pode dançar.’ ‘Tá com medinho?’Covarde! Você tem que ser forte, homem não chora.’ ‘Tem que pegar todas, não pode recusar’. ‘Tem que ver pornografia’. ‘Segurem suas cabritas, que meu bode tá solto!’ ‘Homem trai mesmo, é normal.’

Cuidemos dos corações dos meninos!

Meninas são socializadas para cuidar, desde os primeiros brinquedos (bonecas, utensílios de cozinha, comidinha), expressão máxima da feminilidade construída. São criadas para se reconhecer no mundo através das emoções, e da expressão delas. A raiva, o amor, a sensibilidade. As emoções são mais livres, o choro é mais livre. As palavras são doces, o carinho é permitido. Isso não quer dizer que temos liberdade, muito pelo contrário. A luta incansável das mulheres está aí para corroborar isso.

Como ‘homem não chora’, os meninos não têm acesso a brincadeiras que expressem e trabalhem suas emoções. São espadas, carros, robôs, lutas, dentro de padrões e cores bem definidas. Agressividade, força física, lógica etc. ‘Porque meninos são assim mesmo. As meninas choram por qualquer coisa, são frágeis. O sexo frágil.’ As palavras são mais duras, o carinho não é importante, o choro fica contido durante uma vida inteira.

Cuidemos dos corações dos meninos!

Dentro dessa lógica tóxica, o homem não consegue entender quando está triste, nem expressar seus sentimentos, nem trabalhar sua agressividade, frustrações, angústias e medos. Muitas vezes espera que alguma mulher faça isso por ele, seja a mãe, a irmã, a companheira. Não consegue chorar, nem abraçar outro homem. Porque não aprendeu a fazer isso!

E passa uma vida inteira se expressando através do silêncio vazio, do sexo vazio, da violência, do silêncio e da violência no sexo, dos socos, do recalque com homens sensíveis, da homofobia, do julgamento sobre mulheres que ameacem quebrar seu teto (azul) de vidro.

Por amor, cuidemos dos corações dos meninos!

[Texto de autoria de Mirtiline Leitão. Todos os direitos reservados©]

*Mirtiline Leitão é Psicoterapeuta especialista em Investigação do Inconsciente (Regressão), Psicoterapeuta da gravidez, parto e pós-parto, Ginecologia Natural, Florais da Lua, Barras de Access. É Ministrante de cursos, credenciada pela ABPR (Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista), palestrante, escritora e colunista. Desde 2009 realiza e participa de trabalhos terapêuticos voltados ao autoconhecimento, resgate da intuição e empoderamento feminino.

Local de atendimento: Despertar Terapias Integrativas – Av. Rosa e Silva, 670, sala 504, Aflitos, Recife/PE.
Agendamento: (81) 99657.3067
Instagram: https://www.instagram.com/mirtilines/
Site: www.mirtilineleitao.com.br

Leave a comment