Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • ENTREVISTAS   /
  • Em entrevista ao Flores no Ar, a terapeuta Floral Flaviana de Cássia fala do seu encontro com os Florais de Bach e sobre o crescimento das terapias integrativas no Brasil

Em entrevista ao Flores no Ar, a terapeuta Floral Flaviana de Cássia fala do seu encontro com os Florais de Bach e sobre o crescimento das terapias integrativas no Brasil

Nos dias 3 e 4 de novembro, Flaviana de Cássia, estará no Recife facilitando o I Módulo do Curso de Florais de Bach. O Flores no Ar conversou com a terapeuta para conhecê-la um pouco mais e saber da sua história com os Florais.

Por Luciana Rabelo 

1. Para iniciar, gostaria que você falasse um pouco sobre você!
Sou Terapeuta Floral há mais de 12 anos e sócia Fundadora da ASTEFLOR – Associação dos Terapeutas Florais do DF, onde atualmente atuo como Vice-Presidente. Fiz os Cursos de Florais de Bach, Níveis I, II e III pelo Instituto Bach de Campinas, com Carmem Monari e o Curso de Florais de Saint Germain, com Neide Margonari. Sou criadora e facilitadora de Cursos de Florais de Bach, em três níveis, com o apoio da ASTEFLOR, e autora e facilitadora do Curso de Autoconhecimento com a Ajuda dos Florais de Bach, com duração de 4 anos. Também sou Mestre 3B em Reiki , terapeuta e facilitadora de Cursos de Reiki. Graduada em Psicologia Clínica com formação em Psicologia Analítica pelo Instituto AION – DF e, ainda, Coordenadora de Grupo de Meditação, com foco no Desenvolvimento Espiritual.

2. Como conheceu os Florais de Bach?
Os Florais me encontraram. Em 1997 estava em busca de um outro tipo de conhecimento e fui a Alto Paraíso, uma cidade mística do Estado de Goiás. Não encontrei o que procurava, mas tive a felicidade de procurar uma terapeuta para fazer uma massagem e ela me ofereceu os Florais como tratamento coadjuvante para eliminar tensões. Foi amor à primeria vista. Me apaixonei pelos Florais e comecei a estudar, por conta própria, cada essência que ela me administrava a cada vez que me atendia, já em Brasília, em consultas quinzenais. Quando estamos apaixonados não conseguimos esconder o nosso entusiasmo e foi assim que as pessoas começaram a me pedir indicações de Florais e quando vi já estava trabalhando com eles. Só então me dei conta de que deveria procurar um curso. Na semana seguinte da minha decisão de estudar com um especialista, o Instituto Bach de Campinas promoveu o Curso de Nível I em Brasília e então comecei a minha trajetória como Terapeuta Floral.

3. Em que momento decidiu trabalhar profissionalmente com os Florais de Bach?
Em 2001, apesar de já ter um grande número de clientes (amigos, colegas e familiares), eu ainda trabalhava em um órgão público e os atendimentos começaram a acontecer no meu horário de trabalho. Como eu não queria deixar de atender as pessoas e tinha um compromisso com meu trabalho, resolvi abrir uma sala e passei a atender nos finais de semana. Com a ajuda de uma psicóloga, passei também a cobrar as consultas, embora de maneira simbólica. Aos poucos fui ampliando os horários de atendimento e, no início de 2003 me aposentei e me estabeleci profissionalmente como terapeuta, atendendo normalmente durante toda a semana.

4. O que significa o trabalho com os Florais para você?
Realização. Trabalhar com os Florais é abastecer minha alma. Vibro com cada descoberta, com cada indicação e com cada resposta observada por meus clientes. Vibro com cada Curso de Florais, com a transmissão desse conhecimento e com a alegria estampada nos olhos dos alunos quando descobrem a maneira simples de aliviar o sofrimento do outro. Vibro com a expansão do conhecimento que Dr. Bach nos deixou. Isso é realização.

5. Como os Florais de Bach podem colaborar no autoconhecimento?
Na medida em que percebemos os aspectos trabalhados pelas essências, nos identificamos com eles e percebemos nossos pontos fortes e pontos fracos e temos a oportunidade de nos trabalharmos nesses aspectos. Além disso, tornar-se terapeuta é ter a oportunidade de se olhar no espelho diariamente, pois aquele que nos procura tem sempre algo a nos ensinar a respeito de nós mesmos.

6. A Terapia Floral é definida pelo Governo Federal como ‘Atividades de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde Humana’, como você percebe a aceitação da Terapia Floral no Brasil hoje?
Num movimento crescente. Não só a Terapia Floral, mas várias outras práticas integrativas. A saúde hoje, não é mais apenas o alívio dos sintomas. As pessoas têm buscado melhor qualidade de vida e se esclarecido melhor a respeito do ser total. A mídia tem ajudado muito nesse sentido. Vejo a Terapia Floral como uma instrumento revestido de gentileza para reequilibrar as pessoas, animais e plantas, o ser vivo, de modo geral. E todos nós gostamos de ser cuidados, talvez por isso ela tem tido tanta aceitação nos últimos tempos. O terapeuta atua de forma amorosa e gentil, despertando no outro as suas possibilidades adormecidas.

7. Ainda há resistências na área da Psicologia em relação ao uso dos Florais. Como você vê essa questão?
De forma natural, porque os Florais trabalham em outro nível de energia. São a pura energia das flores. Mas atualmente já existem estudos, em forma de pesquisa e até cursos de Florais em Universidades Brasileiras. Alguns sistemas de saúde pública já adotam os Florais em seus tratamentos multidisciplinares. Creio que em breve essa resistência possa ser vencida e que essas duas grandes forças possam se unir para contribuir ainda mais para um mundo melhor, como acontece hoje com a Psicologia em relação à Psiquiatria, ambas se comunicam para ajudar pessoas.

8. Nos dias 20 e 21 de outubro você inicia no Recife o Curso de Florais de Bach, que acontecerá em três módulos. Qual o conteúdo programático do curso (o que será abordado em cada módulo)?
No Nível I – A Históra do Dr. Bach, Histórico dos Florais e os Aspectos de cada Essência.
Nível II – Classificação dos Florais, segundo Dr. Bach como meio facilitador para realização de uma sessão terapêutica.
Nível III – Revisão do Nível I e II e a A ética Profissional

9. Gostaria de falar algo mais?
Quero agradecer a você e ao Nelson Matheus por mais esta oportunidade e por tudo que têm feito pelos Florais. Agradeço também a todos que, de alguma forma, contribuem para a divulgação e expansão do Trabalho de Dr. Bach, que de forma amorosa quis aliviar o sofrimento das pessoas com o uso dos Florais. Faço votos que todos que trabalham com Essências de Flores, em seus mais variados sistemas, tenham sempre em seus corações e em suas mentes o mesmo propósito amoroso e gentil registrado na origem dos Florais.

Leave a comment