Fique por dentro das novidades do Flores no Ar!
  • Facebook
  • Twitter

Arquivos

Flores no Ar Logotipo do Portal Flores no Ar

  • Home  /
  • COLUNAS   /
  • A Morte – o arcano da transformação

A Morte – o arcano da transformação

Por Sabrina Carvalho*
sabbraccadabra@gmail.com

A Morte tarotPoema de amor à Morte!
Soberana morte, transformadora de tudo! Todos temem a ti, mas sem ti não há vida. Levas contigo o velho, trazes e acendes o sol nascente. Que venham novos dias! Que a noite leve as escuridões! Que a ceifa corte o desnecessário!

Ceifador medonho, nada mais és do que o mensageiro desconhecido dos gritos que silenciam, da agonia que descansa.

Folha de outono que nutre a terra. Água que inunda e nutre a terra. Fogo destruidor que nutre a terra. Ventos e vendavais que movem a terra.

Belo desconhecido, tua luz é tanta que encandeia as visões! Tantos vislumbram, outros relutam, alguns tentam, muitos conseguem ….. ninguém te escapa!

Misteriosa certeza, tamanha é a tua beleza incompreendida! A ti te dedico essa canção silenciosa, sem melodia, nem harmonia, nem ritmo, para que eu possa me modificar sempre que precisar!

O Arcano 13, também conhecido como o arcano sem nome, e em muitos Tarôs denominado como A Morte, é muito bem-vindo quando estamos numa situação de esgotamento, ou presos numa situação agoniante. Quando precisamos que algo mude radicalmente em nossas vidas, nada melhor que o Arcano 13 para carregar, cortar, aniquilar práticas e sentimentos desnecessários.

Agora imaginem se ficássemos prisioneiros no nosso eu? Se não pudéssemos mudar? Se não pudéssemos mudar de ideia, de assunto, de vida, de planos?

Faça as pazes com a morte, essa senhora tão fundamental à vida!

*Sabrina Carvalho, autora da coluna SabbraCCadabra, é editora de livros e taróloga. Ministra aulas de iniciação ao Tarô e realiza leituras com os Tarôs Raider-Waite, Thoth Tarot Deck (de Aleister
 Crowley e Lady Frieda Harris) e Cartas do Caminho Sagrado.

Leave a comment